Jornal do Commercio
CRIATURAS DO ZOO

Sena: um dos moradores mais antigos do Parque de Dois Irmãos

O chimpanzé completa 60 anos em agosto, 50 vividos no zoo de Dois Irmãos

Publicado em 14/05/2017, às 09h30

Sena bebe água e devolve a garrafa ao tratador / Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Sena bebe água e devolve a garrafa ao tratador
Foto: Ricardo Labastier/ JC Imagem
Amanda Rainheri

O mês de agosto tem significado especial no zoo de Dois Irmãos. Um de seus moradores  mais antigos completa 60 anos, 50 deles vividos no parque. Sena, segundo a gestão do zoo, a  é o chimpanzé mais velho de que se tem notícia no Brasil.  

>> Dois Irmãos: conheça Leo, um rei traumatizado à procura de um amor

Inteligente, ele bebe água sozinho, devolve a garrafa ao tratador e ainda esconde pedras para jogar aos visitantes.  

PROBLEMAS DE VISÃO

Com idade avançada, alguns problemas de saúde apareceram. Atualmente, ele está em tratamento oftalmológico com especialista para corrigir uma alteração nas glândulas lacrimais. "Ele está apresentando uma opacidade de córnea, mas estamos fazendo exames para dar o melhor conforto a ele neste momento, explica a veterinária Luciana Rameh.



Sena está passando por várias técnicas de condicionamento que fazem com que o animal permita a aproximação para o tratamento, inclusive para que os especialistas possam pingar colírios em seus olhos. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM