Jornal do Commercio
ALERTA

Campanha conscientiza sobre tráfico de animais silvestres

CPRH e Polícia Federal lançaram campanha no Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife

Publicado em 19/06/2017, às 15h43

Banners estão espalhados no Aeroporto Internacional dos Guararapes para chamar a atenção sobre o crime de traficar animais silvestres / Foto: Divulgação CPRH
Banners estão espalhados no Aeroporto Internacional dos Guararapes para chamar a atenção sobre o crime de traficar animais silvestres
Foto: Divulgação CPRH
Da editoria de Cidades

Traficar animais silvestres é crime federal. Para alertar a sociedade, foi lançada, na manhã desta segunda-feira, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, no Recife, uma campanha de conscientização e de combate ao tráfico de animais silvestre. Banners em português e inglês foram colocados no terminal de passageiros e em postos da Polícia Federal do interior do Estado.

A ação é uma parceria da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) com a Polícia Federal (PF). A presidente da CPRH, Simone Souza, disse que o objetivo da primeira fase da campanha é justamente a conscientização de que a prática é um crime federal.

“É preciso trabalhar a educação ambiental e a conscientização. A campanha é voltada para quem é daqui e também para quem é de fora, os visitantes”, ressaltou Simone. Nos banners, há fotos de animais silvestres enjaulados (macaco, papa-mel, aves e papagaio) e a pergunta: “Você concorda com isso?. Nós também não!”.



O chefe do setor de comunicação da PF, Giovanni Santoro, alertou que o tráfico de animais silvestres precisa ser combatido sempre e considerou que, infelizmente, a punição para esse crime ainda é um pouco “branda” – de seis meses a um ano de prisão, podendo ser convertida uma parte por trabalhos comunitários, por exemplo.

DENUNCIE

As denúncias sofre tráfico de animais silvestres podem ser feitas em qualquer unidade da Polícia Federal ou através do site www.pf.gov.br ou na CPRH por telefone ou e-mail da Ouvidoria Ambiental (3182-8923 e ouvidoriaambiental@cprh.pe.gov.br), pelo portal (www.cprh.pe.gov.br ) ou mesmo presencialmente, na sede da Agência, em Casa Forte.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM