Jornal do Commercio
Inventário Florestal

Levantamento para inventário de florestas é concluído em Pernambuco

Três equipes percorreram todo o Estado durante quase seis meses para fazer a coleta de dados sobre as florestas

Publicado em 13/09/2017, às 15h13

Pesquisa foi executada de 16 de março a 31 de agosto de 2017 / Foto: Julio Pedro Ficagna/Cortesia
Pesquisa foi executada de 16 de março a 31 de agosto de 2017
Foto: Julio Pedro Ficagna/Cortesia
Da Editoria Cidades

A fase de coleta de dados em campo do Inventário Florestal Nacional (IFN) em Pernambuco chegou ao fim após quase seis meses de atividades. De 16 de março a 31 de agosto de 2017, três equipes percorreram 249 pontos de florestas em todo o estado, distantes 20 quilômetros entre si.

O trabalho incluiu a coleta de material botânico, amostras de solo e dados biofísicos das árvores, para avaliar as condições das florestas. Também foram realizadas entrevistas com moradores das proximidades das localidades pesquisadas, para saber o uso que fazem dos recursos florestais, entre outros aspectos socioambientais.

As amostras botânicas estão sendo identificadas por especialistas do Herbário Dárdano de Andrade-Lima do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), no Recife. O objetivo é conhecer quais as espécies existentes e sua distribuição geográfica. Já as amostras de solo estão sendo analisadas pela Fundação Norte Fluminense de Desenvolvimento Regional (Fundenor).

“Com os resultados do IFN, teremos um amplo diagnóstico das florestas pernambucanas tanto nas áreas de Caatinga quanto de Mata Atlântica”, explica a gerente executiva do Inventário Florestal Nacional, Claudia Rosa, do Serviço Florestal Brasileiro. “E essas informações poderão ser usadas para auxiliar na formulação, implementação e execução de políticas públicas de desenvolvimento, uso e conservação dos recursos florestais”, acrescenta. A previsão é que os resultados sejam divulgados em 2018.



ANDAMENTO

O IFN é coordenado pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. Em Pernambuco, o levantamento foi realizado com recursos do Projeto GEF (Global Environmental Facility) de Apoio ao IFN, administrados pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), num total de cerca de R$ 900 mil. O trabalho também contou com o apoio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

Quase 170 milhões de hectares (20% do País) já foram inventariados, com a coleta de dados tendo sido concluída em 11 Estados – Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro – e no Distrito Federal. Mais de 45 mil amostras de plantas já foram coletadas em cerca de 5 mil pontos de florestas no Brasil.

Neste momento, equipes estão em campo coletando dados no bioma Cerrado nos Estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia e também em todo o estado de Roraima. Ainda este ano, o levantamento das florestas deverá ter início em outras regiões.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM