Jornal do Commercio
RESGATE

Tartaruga de grande porte é resgatada em Olinda

Animal, de mais de 150 quilos, passou por exames e será encaminhado para o litoral Sul do Estado

Publicado em 13/09/2017, às 17h36

O animal passou por exames de sangue e raio-x / Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
O animal passou por exames de sangue e raio-x
Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Editoria de Cidades

Uma tartaruga da espécie Caretta caretta, conhecida popularmente como "Cabeçuda" ou "Mestiça", foi resgatada na praia de Casa Caiada, em Olinda, Região Metropolitana do Recife (RMR) na tarde desta quarta-feira (13). O animal foi levado para uma clínica em Casa Forte, Zona Norte do Recife, e segue ainda hoje para Porto de Galinhas, no litoral Sul, onde ficará sob os cuidados da ONG Eco Associados.

"Populares encontraram a tartaruga pela manhã e nos procuraram. O resgate foi complicado, já que o animal pesa entre 150 e 200 quilos", explica a bióloga da ONG Elisângela Guimarães. Segundo ela, trata-se de um macho adulto, com pelo menos 30 anos de vida. "É muito difícil o macho vir até a praia. Se foi parar lá é porque estava muito debilitado", argumentou a especialista. Além de uma ferida na cabeça, provavelmente causada por alguma embarcação, o animal está com uma das nadadeiras machucadas.

O resgate foi realizado com a ajuda de voluntários. Um deles é o empresário Renato Maciel, 51 anos, que soube do caso através do noticiário. "Tenho um carro que suporta peso, que uso para entregas da minha empresa. Prontamente, ofereci para transportar a tartaruga. Eu adoro animais. Há três meses, resgatei um jabuti e levei até a CPRH. Senti que tinha que ajudar. Às vezes, falta gentileza nas pessoas."



CUIDADOS

A tartaruga passou por exames de raio-x e sangue na tarde desta quarta-feira e será encaminhada à sede da ONG, em Porto de Galinhas, onde será tratada e, posteriormente, devolvida à natureza.

De acordo com a bióloga, a Caretta caretta é a terceira maior espécie entre as cinco presentes no Brasil. O Projeto Tamar classifica a espécie como ameaçada de extinção no território brasileiro, onde 8,2 mil ninhos são colocados por temporada.


Recomendados para você


Comentários

Por José Antonio da Silva,14/09/2017

Parabéns as pessoas que ajudaram no resgate.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM