Jornal do Commercio
Cursos

Cursos gratuitos de idiomas serão oferecidos nas unidades do Compaz

Serão 600 vagas para os cursos de Inglês, Espanhol, Italiano, Francês e Alemão

Publicado em 07/10/2016, às 12h30

O Compaz do Alto Santa Terezinha ofertará 300 vagas / Foto: JC Imagem
O Compaz do Alto Santa Terezinha ofertará 300 vagas
Foto: JC Imagem
JC Online

A Prefeitura do Recife anunciou na manhã desta sexta-feira (7) a abertura de 600 vagas gratuitas em cursos de idiomas. Os participantes poderão optar por aulas de Inglês, Espanhol, Italiano, Francês e Alemão. As aulas serão ministradas no Compaz do Alto Santa Terezinha,  localizado na Zona Norte do Recife e no Compaz do Cordeiro, na Zona Oeste, sendo 300 para cada unidade. As capacitações serão oferecidas através do Grupo IBEP Educação, em parceria com a empresa multinacional Rosetta Stone. Podem participar pessoas já inscritas nas unidades dos centros. 

As aulas podem ser feitas tanto pelo aplicativo (Android e IOS) quanto pelo site da Rosetta Stone através de senha. Os cursos têm 200h de aula e cinco níveis, sendo três básicos e dois intermediários. Cada nível possui quatro unidades e a média de conclusão é de seis meses, se o aluno fizer duas horas por semana. A cada nível concluído o aluno recebe certificado pelo IBEP Educação/Rosetta Stone. Os alunos precisam ir duas vezes por semana na Biblioteca do Compaz Afrânio Godoy para fazer acompanhamento pedagógico e, se precisarem, terem orientação das aulas com os monitores.

"Montamos uma grade de atendimento, com dias e horários diversificados, e reservamos os computadores da biblioteca para os alunos do curso. É uma forma de tirarem dúvidas e facilitar o acesso ao novo aprendizado" destaca Murilo Cavalcanti, secretário de Segurança Urbana do Recife. 

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM