Jornal do Commercio
Mobilização

Professores da rede estadual entram em greve por tempo indeterminado

Categoria decidiu aderir à paralisação nacional da educação em protesto contra a reforma da Previdência e por reajuste do piso salarial

Publicado em 15/03/2017, às 14h40

JC Imagem / Mobilização contra reforma da previdência foi realizada, nesta quarta-feira, na região central do Recife
JC Imagem
Mobilização contra reforma da previdência foi realizada, nesta quarta-feira, na região central do Recife
Da editoria de Cidades

Professores da rede estadual de Pernambuco decretaram, nesta quarta-feira (15), greve por tempo indeterminado. A paralisação foi aprovada pela categoria, durante mobilização contra a reforma da Previdência, ocorrida na Praça Oswaldo Cruz, na região central do Recife. Aliados a outras categorias, os professores caminharam pela ruas do Recife para pressionar por mudanças no texto da reforma.

A decisão de parar já havia sido tomada em assembleia realizada no dia 22 de fevereiro deste ano, atendendo à convocação de greve nacional feita pela CNTE (Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação), entidade a qual o Sintepe (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco) é filiado. "Estamos lutando contra a reforma da Previdência e pelo piso salarial, que deveria ter sido reajustado a partir de janeiro de 2017", explica o presidente do Sintepe, Fernando Melo.

Segundo Melo, o reajuste de 7,64% é o primeiro item da pauta da campanha salarial de 2017 e já foi repassada para o governo do Estado. Ainda não houve, no entanto, nenhum rodada de negociação.

Nova mobilização

Dentro do calendário da greve, os professores voltam a se reunir na sexta-feira (17), na Praça do Derby para novamente protestar, junto com outras categorias, contra a reforma da Previdência.

Na segunda-feira, os docentes se encontram para avaliar os rumos da paralisação, a partir das 14h, no Teatro da Boa Vista.  

 

Recomendados para você


Comentários

Por RENE TIMM,16/03/2017

DE NOVO, DONA CUT E SINDICATOS CIA. BELA? VAMOS PERDER MAIS UM ANO NESSA BRINCADEIRA?

Por Eisenhower,15/03/2017

Vocês não aguentar o tranco.

Por Mario ,15/03/2017

Sindicato não era para ser ligado á partido nenhum pois tira á legitimidade!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM