Jornal do Commercio
Ensino superior

Saiba mais sobre a graduação em física de materiais, novo curso da UPE

Novo curso é a 55ª graduação ofertada pela Universidade de Pernambuco

Publicado em 13/07/2017, às 10h43

Curso será implantado na Poli, no bairro da Madalena, com 20 vagas, aulas diurnas e quatro anos de duração / Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Curso será implantado na Poli, no bairro da Madalena, com 20 vagas, aulas diurnas e quatro anos de duração
Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem
Da editoria Cidades

Uma das novidades para o Sistema Seriado de Avaliação (SSA), da Universidade de Pernambuco (UPE), é o novo curso de física de materiais, a 55ª graduação ofertada pela instituição. Será implantado na Escola Politécnica de Pernambuco (Poli), no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, com 20 vagas, aulas diurnas e quatro anos de duração. As inscrições para o processo que seleciona estudantes durante os três anos do ensino médio começam na próxima segunda-feira (17).

“Física de materiais atende a uma demanda do Estado. É um curso pioneiro em nível de graduação na região Nordeste”, destaca o reitor da UPE, Pedro Falcão. O corpo docente da graduação é um dos únicos da instituição com todos os professores doutores. Treze laboratórios já existentes na Poli serão usados pelos futuros discentes.

A primeira turma ingressará no segundo semestre de 2018. Dez vagas serão preenchidas pelo SSA e as outras dez pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, que utiliza as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “O bacharel em física de materiais é o profissional que atua na pesquisa das propriedades de novos materiais, bem como suas aplicações nas empresas, indústrias e nos processos produtivos gerais. Também é habilitado a fazer testes de certificação de produtos”, ressalta o coordenador do curso, André Vilela.

Ele explica que o profissional poderá atuar em institutos de pesquisa, empresas, indústrias e universidades e em diversas áreas do conhecimento, como optoeletrônica, eletrônica, robótica, biologia, química, fármacos, mecânica, energia, medicina e computação. Além disso, o físico de materiais pode integrar equipes de controle e diagnóstico de processos industriais, atuar em treinamento técnico, planejamento e otimização de sistemas e desenvolver softwares e aplicativos científicos.



No currículo há disciplinas inéditas, como física da matéria viva. “Outra novidade é que cada aluno será acompanhado por um professor, que atuará como tutor. A ideia é que ele seja acompanhado do primeiro ao último período”, observa André.

Seriado

No SSA, há 1.730 vagas. As inscrições vão até 18 de agosto, pela internet. A taxa custa R$ 95, com pagamento até 22 de agosto. Quem possui o Número de Identificação Social (NIS) pode pleitear gratuidade. Nesse caso, tem que se inscrever entre 17 e 21 de julho.
O candidato participa de três etapas, ao final de cada série do ensino médio. Vinte por cento das vagas são para candidatos que cursaram do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio em escola pública municipal ou estadual (não vale colégio federal). Para se inscrever no SSA, o candidato deve ter CPF e RG próprios, além de e-mail. As provas do SSA 1 e SSA 2 serão dias 3 e 4 de dezembro. No SSA 3 acontecerão dias 19 e 20 de novembro.

O reitor Pedro Falcão diz que será aberto, em breve, concurso para preencher 110 vagas de professores. “A seleção acontecerá ao longo desse semestre”, destaca o reitor.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM