Jornal do Commercio
Universidade pública

Governo do Estado abre inscrições para o Programa PE no Campus

O PE no Campus destina bolsas a alunos de baixa renda, de escolas estaduais, aprovados em universidades públicas

Publicado em 13/01/2018, às 08h08

Cristiane quer fazer fisioterapia em Petrolina, no Sertão de Pernambuco / Foto: Acervo Pessoal
Cristiane quer fazer fisioterapia em Petrolina, no Sertão de Pernambuco
Foto: Acervo Pessoal
Da Editoria Cidades

As inscrições para a primeira edição do Programa de Acesso ao Ensino Superior – PE no Campus estarão abertas de 19 a 24 de janeiro de 2018 no site da Secretaria de Educação de Pernambuco (www.educacao.pe.gov.br). Podem concorrer estudantes de baixa renda da rede estadual de ensino aprovados em universidades públicas estaduais ou federais. Os alunos selecionados receberão apoio financeiro do governo do Estado nos dois primeiros anos do curso.

De acordo com o secretário-executivo de Planejamento e Coordenação de Pernambuco, Severino de Andrade, o governo está oferecendo mil bolsas para os estudantes com as melhores notas na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e do Sistema Seriado de Avaliação da Universidade de Pernambuco (SSA-UPE). O valor da ajuda de custo corresponde a R$ 950 mensais no primeiro ano e R$ 400 mensais no segundo ano.

“Temos 100 bolsas para os estudantes classificados pelo SSA e 900 para aqueles que concorrem pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada) com as notas do Enem”, detalha Severino Andrade. É uma ajuda para moradia, transporte, alimentação e despesas do curso. Só podem participar do PE no Campus alunos que tenham feito todo o ensino médio na rede pública estadual e concluído, no máximo, em 2013.

Os outros requisitos são: ser atendido pelo Programa Bolsa Família ou ter renda familiar inferior a dois salários mínimos, além de ter residência fixa com distância igual ou superior a 50 quilômetros da universidade escolhida. “Muitas vezes, o estudante desiste do curso por causa da distância entre a casa e a universidade. O PE no Campus é um estímulo ao ingresso e permanência na instituição”, afirma Severino de Andrade.

Monitoramento

Alunos que pretendem usar a nota do Enem para estudar em universidades públicas de outros Estados brasileiros também podem participar da seleção. A primeira edição do Programa PE no Campus custará R$ 11,66 milhões ao governo, com recursos do tesouro estadual. A Secretaria de Educação vai acompanhar o estudante vinculado ao programa, avisa Severino Andrade.



“Eles precisam estar matriculados em 80% das disciplinas oferecidas; só podem ter duas reprovações por semestre, no máximo; e a frequência mínima às aulas é de 75%”, destaca. Quem trancar o curso é automaticamente desligado do programa. O PE no Campus foi criado por lei, em dezembro do ano passado. Além das bolsas (a liberação do primeiro pagamento está prevista para março), a secretaria vai desenvolver ações nas escolas para incentivar a participação dos estudantes no Enem e no SSA.

O edital com todos os detalhes do programa está disponível no site da Secretaria de Educação desde sexta-feira (12/01). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgará o resultado do Enem em 18 de janeiro, um dia antes do início das inscrições para o PE no Campus.

Ex-aluna do Ginásio Pernambucano da Avenida Cruz Cabugá, em Santo Amaro, no Centro do Recife, e moradora da capital, Cristiane Maria Francisca Ferreira, 17 anos, pensa em cursar fisioterapia no câmpus Petrolina da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no Sertão. “O governo fez palestra no colégio sobre o programa e isso me deixou mais animada. Pretendo me inscrever”, declara a jovem.

Cronograma do PE no Campus

19 a 24 de janeiro de 2018 – período de inscrição

25 de janeiro – divulgação da lista preliminar dos estudantes com parecer de habilitação

26 e 27 de janeiro – período de recurso para o parecer de habilitação

29 de janeiro – divulgação da análise dos recursos

29 de janeiro – Divulgação do resultado dos estudantes classificados

30 de janeiro a 8 de fevereiro – período de comprovação dos requisitos para concessão da bolsa. Junto com o formulário de inscrição online, o estudante deverá anexar a versão digitalizada do CPF e RG, além do comprovante da nota obtida no Enem e no SSA. Também será necessário preencher as informações sobre renda e número de cadastro no Programa Bolsa Família, se houver

9 de fevereiro – convocação de estudantes para bolsas remanescentes

19 de fevereiro – resultado Final e convocação para assinatura de Termo de Compromisso para estudantes que iniciarão as aulas na universidade no 1º semestre de 2018


Recomendados para você


Comentários

Por Robson Lobão,13/01/2018

Parabenizar o Governo do Estado pela iniciativa de incentivo, por meio do Programa PE no Campus aos alunos que cursaram todo o ensino médio em Escolas Públicas. Estimulando estudantes de baixa renda com ajuda de custo, dando oportunidade principalmente aos estudantes do interior do Estado; Além disso rompe fronteiras para alunos que desejem estudar em universidades de outros Estados. Robson Lobão



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa do Nordeste 2018 Copa do Nordeste 2018
A 15ª edição da Copa do Nordeste tem um sabor especial. 2018 marca a volta das transmissões de futebol da TV Jornal. Ao lado da co-irmã de Caruaru e de nove afiliadas do SBT Nordeste, a emissora vai levar ao público todas as emoções do torneio
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Feliz 2018! Feliz 2018!
Clique e faça sua própria queima de fogos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM