Jornal do Commercio
REVITALIZAÇÃO

Obras de revitalização dos armazéns do Porto do Recife começam em maio

Empresa vencedora da licitação tem prazo de 60 dias para dar início à requalificação da área portuária, incluindo o Cais de Santa Rita, que ganhará um hotel marina

Publicado em 12/02/2012, às 16h44

 /
Do JC Online

Moradores e visitantes da capital pernambucana terão de esperar até 2017 para desfrutar a reforma completa das áreas não operacionais do Porto do Recife. É que a empresa vencedora da licitação de arrendamento tem 60 meses para executar as obras, previstas para ser iniciadas em maio próximo. Nos velhos galpões, sem uso, passarão a funcionar salas para escritórios, bares, restaurantes, lojas, hotel, marina, centro de convenções, áreas para eventos e exposições, além de vagas de estacionamento.

Serão revitalizados os armazéns 9, 12, 13, 14, 15, 16, 17 e 18, pátio 15 Norte, pátio 14 sul e o prédio desativado da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Falando em números, significa que a obra vai dar vida a 38.186,03 metros quadrados de área, nos trechos mais antigos da cidade, do Bairro do Recife ao Cais de Santa Rita, no bairro de São José. A empresa recebeu prazo de 90 dias para finalizar o projeto arquitetônico, com todos os detalhes.

“A Conic Souza Filho e a Triunfo Engenharia executarão parte das obras. Outras construtoras com experiência em hotelaria, marina e shopping center se juntarão ao projeto”, informa Múcio Novaes, presidente da Excelsior Seguros, uma das empresas do grupo vencedor da licitação, o Gerencial Brasitec Serviços Técnicos. “Estamos definindo a estratégia da obra, podem participar empresas de qualquer lugar”, comenta Múcio Novaes.

Estudo de viabilidades técnica e econômica elaborado pelo governo do Estado, responsável pelo Porto, definiu as ocupações dos galpões, que terão fachadas, telhados e altura preservados. Para os 2.039,68 metros quadrados do armazém 9 foram projetados escritórios comerciais e o investimento previsto é de R$ 10 milhões.

Os armazéns 12, 13 e 14, além do pátio do galpão 14, com uma área total de 11.553,58 metros quadrados, abrigarão o Festival Center, conjunto formado por restaurantes, bares, lojas, lugar para exposições e eventos fechados, atividades recreativas, sociais e culturais. Essa etapa custará R$ 50 milhões e vai oferecer vagas de estacionamento.

Um hotel e uma marina serão erguidos no pátio 15 Norte, armazém 15 e prédio da Conab, que será demolido. O investimento é de R$ 90 milhões, para implantação, manutenção e exploração dos dois empreendimentos, numa área de 10.745,17 metros quadrados. Os investidores propõem um hotel de longa estada com 200 unidades, padrão igual ou superior a três estrelas, restaurantes, lojas, bares, piscina, sala para reuniões e academia.

O centro de convenções ficará nos armazéns 16 e 17, incluindo as áreas do entorno, defronte para o hotel e a marina. Exigirá investirá mínimo de R$ 50 milhões. A ideia do grupo é aproveitar os 13.847,60 metros quadrados disponíveis e criar um local para convenções e exposições integrado ao hotel. O armazém 18 é reservado para áreas de expansão e o uso será definido mais adiante.

A expectativa do grupo é investir R$ 200 milhões na implantação do Complexo Integrado Comercial, Hoteleiro, de Convenções e Exposições. E gerar benefícios econômicos e sociais para a cidade, com criação de empregos, impostos e espaços públicos.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM