Jornal do Commercio
mobilidade

Via Mangue já ganha forma com 20% das obras concluídas

No mês de maio, deve ser liberado o alargamento do Capitão Temudo, 1ª etapa do projeto

Publicado em 16/04/2012, às 21h12

Do JC Online

A Via Mangue, corredor viário expresso em construção na Zona Sul do Recife, começou a ganhar forma. Em pelo menos cinco frentes de trabalho criadas para viabilizar as chamadas segunda e terceira etapas do futuro corredor já é possível visualizar as obras e perceber que o projeto que a prefeitura tenta executar há mais de dez anos está a todo vapor. Atualmente, a Via Mangue tem 20% das obras executadas e no próximo mês deve liberar a primeira intervenção que faz parte do complexo viário: o alargamento do Viaduto Capitão Temudo, no sentido Boa Viagem-Olinda.

O trecho do viaduto que está sendo alargado e será liberado ao tráfego de veículos compreende 207 metros. O Capitão Temudo ganhará mais uma faixa para quem sai de Boa Viagem em direção à Avenida Agamenon Magalhães. Hoje, o elevado está duplicado, mas apenas a partir da alça de saída do Bairro da Cabanga. A ampliação vai facilitar a circulação dos veículos que utilizarão a Via Mangue para sair da Zona Sul.

Uma das obras que também chamam a atenção de quem passa pelo Cais José Estelita, a alça da Rua Saturnino de Brito, na Cabanga, irá permitir o acesso à Via Mangue dos veículos que trafegam pelo Viaduto Capitão Temudo no sentido Olinda-Recife. Ela será a ligação com a futura ponte estaiada que marcará o início do corredor viário. A previsão é que seja concluída em outubro.

Mais adiante, a alça viária de acesso ao RioMar Shopping se destaca. A ligação está sendo construída pelos empreendedores do centro de compras e faz parte das ações mitigadoras exigidas pela Prefeitura do Recife para compensar a construção do empreendimento. A alça permitirá que os veículos que optarem por usar a Via Mangue tenham condições de entrar e sair do shopping.

Entrando em Boa Viagem, também na Zona Sul, encontra-se a parte mais complexa da intervenção – um conjunto de quatro viadutos que interligará o futuro corredor às margens dos Canais de Setúbal e Jordão. A ligação com as marginais ampliará a capacidade da Via Mangue como corredor viário, permitindo que, por ela, se chegue a Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. “De forma geral a obra está em excelente andamento. No fim do ano deveremos entregar o complexo de elevados e o corredor completo, em setembro de 2013. Todo o cronograma está mantido”, afirma a presidente da Empresa de Urbanização do Recife, Débora Mendes.

O viaduto que está mais avançado dará acesso à margem leste do Canal de Setúbal. Outros dois elevados estão sendo erguidos para se ligarem ao Canal do Jordão. O futuro corredor terá cinco quilômetros, começando no Pina e seguindo até a Avenida Antônio Falcão, em Boa Viagem. Três habitacionais já foram construídos para receber mil famílias. Outras 200 também deixarão moradias sub-humanas. O projeto custa, por enquanto, R$ 433 milhões.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

História das eleições no Recife História das eleições no Recife
JC faz resgate histórico do processo de escolha de prefeitos no Recife.
À luz de Verger À luz de Verger
Especial faz releitura do trabalho do fotógrafo francês Pierre Verger, um dos principais antropólogos e historiadores da cultura brasileira.
Fascinante África do Sul Fascinante África do Sul
Reportagem especial aborda os atrativos turísticos da África do Sul e as relações econômicas do país com o Brasil

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2016 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM