Jornal do Commercio
abastecimento

Obra da Compesa deixa 1,5 milhão de pessoas sem água no Grande Recife

Serviço tem início no dia 10 e termina no dia 15 de julho. Compesa vai substiutir trecho da adutora do Sistema Tapacurá para permitir obras na Cidade da Copa

Publicado em 06/07/2012, às 11h34

Dos 94 bairros do Recife, 66 serão abastecidos no esquema de 20 horas com água e 28 horas sem / Foto: Divulgação/Compesa

Dos 94 bairros do Recife, 66 serão abastecidos no esquema de 20 horas com água e 28 horas sem

Foto: Divulgação/Compesa

Do JC Online

Moradores do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata terão o abastecimento de água alterado no período de 10 a 15 de julho. A medida é necessária para permitir o remanejamento e substituição de um trecho da adutora do Sistema Tapacurá, no município de São Lourenço. Serão afetadas pela interrupção no fornecimento 1,54 milhão de pessoas.

Em entrevista coletiva nesta manhã (6), o diretor regional metropolitano da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Rômulo Aurélio Souza, disse que 1,3 milhão de moradores terão água no sistema de rodízio, durante a obra. Porém, 240 mil habitantes de Jaboatão sede, Curados 2, 3 e 4 e dos morros de Camaragibe ficarão sem o produto nesses cinco dias.

Na cidade do Recife, 58 bairrose 15 comunidades serão abastecidos no esquema de 20 horas com água e 28 horas sem o produto. Oito localidades de Camaragibe e toda cidade de São Lourenço da Mata contarão com 24 horas de água e o mesmo período de desabastecimento. “A população deve usar a água de forma racional, armazenar e economizar”, orienta Rômulo Aurélio. A Compesa usará carro-pipa para abastecer hospitais, creches e presídios.

O serviço na adutora do Sistema Tapacurá custará R$ 15 milhões e tem como objetivo facilitar a execução das obras de infraestrutura da Cidade e da Arena da Copa, que estão em construção na cidade de São Lourenço da Mata. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo número 080 081 0195.

Leia a matéria completa no JC deste sábado (7).

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM