Jornal do Commercio
oportunidade

Funase abre seleção simplificada para contratar 128 novos profissionais

Além da seleção simplicada, a Funase lançou o edital para o primeiro concurso público da entidade

Publicado em 10/01/2013, às 15h32

 / Foto: Priscila Buhr/JC Imagem

Foto: Priscila Buhr/JC Imagem

Do JC Online

 

A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) abre nesta sexta-feira (11) as inscrições para a seleção pública simplificada da entidade. O edital para a contratação temporária de funcionários está disponível no site www.upenet.com.br. A fundação disponibiliza vagas para agentes socioeducativos (68), assistentes socioeducativos (6) e advogados (6). Os salários variam entre R$ 1 mil e R$ 3 mil. Para as duas primeiras funções, é necessário ter o ensino médio ou técnico completo.

As provas estão previstas para o dia 03 de fevereiro, e o prazo de vigência dos contratos será de 12 meses, prorrogável por igual período até o máximo de quatro anos. As inscrições encerram no dia 23 de janeiro e o boleto bancário poderá ser pago até o dia 24, em qualquer Casa Lotérica ou agências da Caixa Econômica Federal . As taxas de participação custam R$ 55 (agente e assistente) e R$ 75 (advogado). 

Além da seleção simplicada, a Funase lançou o edital para o primeiro concurso público da entidade. São 48 vagas para o cargo de Analista em Gestão Socioeducativo. Desse total, serão dez ofertas para a função de pedagogo, 18 para psicólogo e 20 para assistente social. Os novos profissionais terão uma jornada de 40 horas semanais e salário de R$ 3 mil.

As inscrições estarão abertas entre os dias 17 deste mês e 6 de fevereiro, no www.upenet.com.br. A taxa de inscrição custa R$ 100, e o pagamento do boleto também pode ser realizado em qualquer Casa Lotérica ou Agência da Caixa, até o dia 07 de fevereiro.

 

 




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM