Jornal do Commercio
Olinda

Nove estações de BRT do Corredor Norte-Sul são alvos de arrastão

Segundo o Sindicato dos Rodoviários, bandidos subiram no BRT e anunciaram o assalto, levando os pertences das vítimas

Publicado em 18/06/2016, às 14h37

Modal vem sofrendo com constantes assaltos, principalmente no Corredor Norte-Sul / Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Modal vem sofrendo com constantes assaltos, principalmente no Corredor Norte-Sul
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
JC Online

Pelo menos duas pessoas realizaram assaltos em nove estações de Bus Rapid Transit (BRT), localizadas no Corredor Norte-Sul, na manhã deste sábado (18), entre a PE-15 e a PE-22, em Olinda e Paulista, Grande Recife. Celulares e documentos de passageiros e funcionários foram levados.

>>>> FORÇA-TAREFA FOI CRIADA PARA TENTAR REDUZIR CRIMES NOS ÔNIBUS

A informação inicial é de que a dupla teria começado a série de furtos em estações entre os bairros de Cidade Tabajara e Bultrins, em Olinda. A assessoria de imprensa do Grande Recife Consórcio de Transportes informou que dois homens teriam particido da ação. O consórcio Conorte, que opera o corredor, teria acionado a polícia de imediato. Duas viaturas realizaram rondas nas redondezas, entretanto, ninguém foi preso.  

Já o Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco garante que cinco pessoas participaram da ação. Os homens, de acordo com representante da entidade, assaltavam nas estações e, depois, seguiam a viagem de ônibus, onde também furtavam os passageiros. 

Em entrevista à Rádio Jornal, o representante do Sindicato dos Rodoviários, Genildo Pereira, lamenta a falta de policiamento no local e os constantes assaltos que têm acontecido na PE-15. "Prejudica tanto os trabalhadores quanto os usuários que utilizam o serviço. Não existe nenhuma viatura fazendo a segurança especialmente neste trecho. O usuário está abandonado", afirma.

O caso acontece no mesmo dia em que o TI Abreu e Lima é inaugurado. A assessoria de imprensa do consórcio Conorte, que opera o corredor Norte-Sul, informa que vai entregar ao Grande Recife Consórcio de Transporte as imagens das câmeras de segurança dos BRTs nesta segunda-feira (20).

Algumas vítimas prestaram queixa na Central de Flagrantes, em Santo Amaro, no Centro do Recife. A reportagem do JC entrou em contato com a unidade, mas não há mais informações sobre o caso. No domingo (19) ou segunda-feira (20), as vítimas devem prestar queixa na delegacia do Varadouro, em Olinda. 

Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Carlos,18/06/2016

Tudo isso que está sendo feito poderia ser bom, mas como não existe segurança os únicos que devem comemorar são os bandidos que podem contar com mais lugares para assaltar e matar as pessoas de bem!

Por Renato S.,18/06/2016

As autoridades não conseguem por ordem em Recife, mas os bandidos conseguem impor suas ações criminosas com sucesso! E para completar a população joga lixo por todo lugar emporcalhando tudo. Recife é portanto uma cidade em que os bandidos mandam as autoridades fecham os olhos para não verem os bandidos matando a população a sangue frio e como se não foce o suficiente parte da população emporcalha tudo com sua estupideis histórica jogando lixo por toda parte. Precisa piorar mais?

Por J. B. ,18/06/2016

Vejo essas inaugurações de terminais de ônibus e me pergunto a respeito da segurança.... A falta de segurança é aberrante na cidade de Recife. O metrô de Recife quem manda é o mercado ilegal que faz gerar um ambiente de desordem e por isso diante do descaso, da desordem cria-se espaço para tudo que é ruim favorecendo a ação dos assaltantes que é algo tão constante no metro de Recife quanto o mercado ilegal, sabendo que nada no Recife tem ordem e que as autoridades nada fazem os ladrões querem cada vez mais expandir suas ações e por isso os BRTs ficam cada vez mais a merce desses assaltantes... Infelizmente. E as autoridades nada fazem!!!!!

Por Ferreira,18/06/2016

O pais virou uma grande sodogonomorra,é ladrão em brasilia em baixo em cima é do lado e em todos os lugares,queres pedir socorro pede a deus porque o socorro do homem acabou, não tem policia em lugar nenhum,tem sim para a lei leca que eu concordo em numero e genero e grau,por causa da arrecadação,EU TENHO VERGONHA DE SER ELEITOR E BRASILEIRO,SE TENS ORGULHO DE SER ,VAI A UM HOSPITAL,PRECISA DE EDUCAÇÃO,SAUDE,E SEGURANÇA,VAI PRA ZONA LA TEM BASTANTE SEGURANÇA.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM