Jornal do Commercio
polêmica

Associação orienta que policiais de férias voltem ao trabalho

No entanto, o presidente da ACS-PE, Alberisson Carlos,vai avaliar juridicamente a legalidade da decisão do Governo do Estado em suspender as férias dos policiais

Publicado em 15/12/2016, às 07h35

Alberisson Carlos foi preso no último ato da PM / Foto: JC Imagem
Alberisson Carlos foi preso no último ato da PM
Foto: JC Imagem
JC Online

A Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE) vai avaliar juridicamente a legalidade da decisão do Governo do Estado em suspender as férias dos policiais civis e militares a partir desta quinta-feira (15) até o fim do ano. No entanto, em entrevista À Rádio Jornal, o presidente da ACS-PE, Alberisson Carlos, aconselhou os militares a cumprirem a determinação do Estado. “Nós orientamos o policial a cumprir o que está na lei. Se há uma determinação, que ele volte e se apresente ao seu quartel. Nós, da associação, porém, vamos trabalhar juridicamente para avaliar a legalidade disso”, afirmou durante a entrevista.

O presidente da Associação de Praças de Pernambuco (Aspra-PE), José Roberto Vieira, no entanto, minimizou a decisão do governo de suspender as férias dos policiais. “Isso (a suspensão das férias) não é nenhuma novidade e não afeta o nosso movimento. Já ocorreu em outras ocasiões, como no Carnaval e no São João, por exemplo”, disse.

Exigindo melhores condições de trabalho e maiores salários, os policiais militares iniciaram, no último dia 6, uma operação-padrão no Estado e decidiram não trabalhar mais nas suas folgas. Após se negar a negociar com as associações que representam os militares – a negociação vinha sendo feita com os comandantes – o governo recuou, mas se recusa a iniciar o diálogo com a categoria antes de janeiro, gerando o impasse.

Governo suspende férias dos policiais

O Governo de Pernambuco anunciou que irá suspender o gozo de férias dos policiais militares e civis do estado, no período de 15 a 31 de dezembro. A decisão tem o objetivo de prevenir e reduzir a criminalidade no mês de dezembro. A portaria será publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (15). Ainda nesta quarta (14), por determinação do Comando da Polícia Militar, os comandantes poderão considerar falta ou abandono de serviço o não-cumprimento do Programa Jornada Extra de Segurança - PJES. Eles estão sujeitos a medidas disciplinares. A decisão será publicada na quinta no Boletim Geral.

Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por NASCIMENTO,15/12/2016

COMO DIZ A VELHA FRASE DO FILME TROPA DE ELITE: " A PM TEM QUE ACABAR" . EXÉRCITO NAS RUAS ! LEI MARCIAL!!!! A NOVA ORDEM MUNDIAL JÁ TOMOU CONTA, CHUPEM AGORA!!!!

Por CIDADÃO,15/12/2016

Sociedade, deixe de serem bobinhas ! Esse cara só tá fazendo isso porque a POLÍCIA CIVIL conseguiu implantar o pccv deles e ganhar um aumento em seus salários após 2 anos de luta mostrando a sociedade através de jornais, reportagens, panfletos, etc! Esse cara é um invejoso ! Faz feito eles ou pede para sair !

Por haroldo,15/12/2016

Porque soltaram este baderneiro?

Por ALLANA,15/12/2016

Alberisson Carlos, parabéns! Não é qualquer um que toma a frente de um associação e trabalha dessa forma por uma categoria tão desmerecida como a polícia militar. A polícia está sucateada, e é necessário uma mudança imediata.

Por cearense arretado,15/12/2016

Pernambuco pede socorro, a situação é caótica!!!!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM