Jornal do Commercio
AÇÃO SOCIAL

Voluntários distribuem rosas e amor no último dia do ano

Duas mil pessoas participaram da sexta edição do Mais Amor, projeto da Organização Novo Jeito

Publicado em 31/12/2016, às 13h33

Motoristas e passantes foram abordados pelos voluntários, que distribuíram 10 mil flores / Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Motoristas e passantes foram abordados pelos voluntários, que distribuíram 10 mil flores
Foto: Sérgio Bernardo/ JC Imagem
Editoria de Cidades

O último dia do ano foi de muito amor na Zona Norte da cidade. Pelo sexto ano, a Organização Novo Jeito promoveu o Mais Amor, projeto que distribui rosas e abraços a pessoas que passam nas ruas. Neste sábado (31), cerca de dois mil voluntários ocuparam as Avenidas Norte, Rui Barbosa, Rosa e Silva e a Rua Cônego Barata, nas imediações do Parque da Jaqueira.

Além dos passantes, pessoas dentro de ônibus e carros foram abordadas. Algumas, inclusive, saíram de seus veículos para abraçar os voluntários. Todas receberam rosas e desejos de feliz ano novo. Dez mil flores foram distribuídas.  Para o idealizador da Novo Jeito, Fábio Silva, a ação tem três objetivos principais. "O primeiro é celebrar com todo mundo que , de alguma forma, está fazendo algum trabalho social na cidade. O segundo é convocar todo mundo que não faz a começar a fazer. O terceiro é espalhar amor, porque o mundo está precisando."

O Mais Amor também é um resgate do sentimento de estar perto do outro. "As famílias não fazem mais refeições na mesa, pessoas não dão bom dia para o vizinho no elevador e enfrentam um mecrado de trabalho cada vez mais feroz. Se a gente conseguir levar para a juventude que existe outro jeito de viver, vai estar plantando uma semente que pode mudar a agenda da sociedade civil", afirma Fábio.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Teve gente que deixou o trabalho no último dia do ano para participar do evento. É o caso de Uiractan Batista, 48 anos. Motorista da linha Alto Santa Isabel, da Grande Recife, ele conheceu o projeto no ano passado, enquanto estava a trabalho. "Gostei tanto que combinei com meu chefe que só trabalharia até a hora de distribuir as rosas." Neste sábado, ele dirigiu até a Avenida Rui Barbosa e passou a condução para outro motorista. Com o uniforme de trabalho mesmo, Uiractan abraçou, beijou e distribuiu rosas e amor para outras pessoas. "O sentimento é maravilhoso", afirmou. 

A diretora de vendas Cinara Alcântara, 30, também participou do evento pela primeira vez. "É inexplicável, a gente recebe o que as pessoas têm de melhor." A organização Novo Jeito tem seis anos de história e realiza trabalhos voluntários durante o ano inteiro. Conheça mais sobre o projeto clincando aqui


Recomendados para você


Comentários

Por Ed1960,01/01/2017

Eu não daria um abraço destes em! Renan Calheiros,Eduardo Cunha,José Dirceu,Dilma,Lula,Michel Temer,Paulo Câmara.e toda essa cambada corrupta do Brasil.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM