Jornal do Commercio
SOLIDARIEDADE

Campanha Regar, em defesa do Movimento Pró-Criança, entra em nova fase

Iniciativa é parceria entre Compesa, Secovi e Jornal do Commercio

Publicado em 14/02/2017, às 14h34

Unidade foi destruída por um incêndio / Guga Matos/JC Imagem
Unidade foi destruída por um incêndio
Guga Matos/JC Imagem
JC Online

O Movimento Pró-Criança, em parceria com o Sindicato da Habitação de Pernambuco (Secovi-PE) e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), apresentou, nesta terça-feira, os detalhes da nova fase da Campanha Regar. O evento contou com a presença do arcebispo de Olinda e Recife e presidente do Pró-Criança, dom Fernando Saburido, e reuniu mais de cem síndicos e representantes de condomínios do Estado, no Empresarial RioMar Trade Center, bairro do Pina.

 Tendo como slogan “Sua conta d’água pode encher vidas de esperança”, a Campanha Regar lançada há um mês nos veículos do Sistema Jornal do Commercio, passa a focar em moradores de condomínios. Atualmente, menos de 2% das pessoas que ajudam o Pró-Criança por meio da conta de água são condôminos.

DOAÇÕES

 A Campanha Regar permite que clientes da Compesa contribuam com a ONG a partir da inclusão de uma taxa mínima de R$1,50 na fatura enviada pela Compesa. A doação é repassada integralmente ao Pró-Criança e ajudará a manter o trabalho de educação e formação profissional de mais de 2.000 jovens em situação de vulnerabilidade social.

 Os novos doadores podem fazer o cadastro diretamente no site da Campanha Regar (www.campanharegar.com.br) ou, se preferir, procurar o síndico para que ele faça a inscrição. É necessário, apenas, fornecer dados básicos como nome completo, CPF, e-mail, telefone e o número de matrícula do imóvel na Compesa. A contribuição é realizada de maneira individual, ou seja, apenas o imóvel registrado no sistema terá a doação debitada.

 “Quem mora em prédio onde a conta de água é única e dividida por todos os moradores não estará impedido de contribuir. É possível solicitar ao síndico o registro do imóvel que fará a doação e apenas ele será cobrado. O valor será acrescido à taxa de condomínio do doador”, explicou Barros.

 Nas contas do MPC as despesas diretas com os alunos ultrapassam 85% do orçamento. Em 2015, para garantir aulas como as de dança, judô, canto coral e informática, além de alimentação para cerca de 2.500 crianças e adolescentes, a instituição investiu R$ 4,1 milhões. Desse total, R$ 3,5 milhões vieram de doações feitas por pessoas físicas.

 

 

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM