Jornal do Commercio
RMR

Rebelião na Funase de Abreu e Lima deixa um interno morto

Foi preciso a chegada do Batalhão de Choque para controlar o motim no local

Publicado em 19/03/2017, às 22h15

Houve troca de tiros dentro da unidade / Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Houve troca de tiros dentro da unidade
Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem
JC Online

Com informações da repórter Amanda Tavares

Uma rebelião dos internos da Funase de Abreu e Lima, na noite deste domingo (19), deixou o clima tenso dentro e fora do local. Iniciado por volta das 20h, o motim, que teria acontecido entre grupos rivais, teve colchões queimados e só foi controlado por volta das 22h20, segundo moradores do entorno. A assessoria de imprensa da Funase confirmou que um adolescente de 17 anos foi morto. Foi preciso o Batalhão de Choque da Polícia Militar entrarna unidade para controlar a situação e fazer vistorias no local.

Vídeo mostra momento exato da rebelião

 

Reforço só chegou depois de 1h30

De acordo com moradores que residem próximo à unidade da Funase, os primeiros reforços só chegaram ao local por volta das 21h30, cerca de 1h30 depois de iniciada a rebelião. Além do Batalhão de Choque da PM, foi preciso a chegada dos Bombeiros para controlar o fogo no local.

Veja a nota da Funase sobre o ocorrido

"A Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) informa que a rebelião registrada por volta das 20h, no Case Abreu e Lima, foi controlada com a chegada do Batalhão do Choque. Os adolescentes tocaram fogo em colchões e o Corpo de Bombeiros controlou rapidamente os focos. Um adolescente de 17 anos foi vitimado por um grupo de internos e, no momento, o trabalho de varredura está sendo feito pelo batalhão para totalizar possíveis fugas e feridos. A Funase esclarece que todos os esforços possíveis estão sendo tomados para minimizar os danos. A diretoria da Funase e a corregedoria estão presentes na unidade para tomar todas as providências e iniciar o levantamento das possíveis causas e responsabilidades."


 

 

Pai relata medo do filho interno

Sob a condição de não ter sua identidade revelada, o pai de um interno concordou em dar entrevista. Segundo ele, desde a tarde o clima estava estranho na unidade. "Meu filho está aí há um ano e já passou por cinco rebeliões, ficando ferido em duas delas. De tarde todo mundo já sabia que isso (a rebelião) iria acontecer. Tentamos avisar a coordenação, mas ninguém nos deu ouvidos", disse.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM