Jornal do Commercio
PARABÉNS

JC chega aos 98 anos de olhos voltados para o futuro

Conteúdos em diversas plataforma e inovação marcam o jornal

Publicado em 03/04/2017, às 08h02

Jornalistas são capacitados em novas linguagens de mídia / Jedson Nobre/Especial para o JC
Jornalistas são capacitados em novas linguagens de mídia
Jedson Nobre/Especial para o JC
JC Online

Aos 81 anos, o advogado Nilton Maia de Farias não dispensa o hábito de acompanhar as notícias pelo jornal. O mesmo vale para a fisioterapeuta Amanda Alencar, de 39, também fã das notícias no papel. Com 30 anos, o zootecnista Gabriel Santana consome informação apenas por meio digital. Mas, aos 71, a aposentada Maria das Graças Fonseca também se vale das mídias digitais para saber o que se passa. Todos têm uma coisa em comum: preferem o Jornal do Commercio, em suas diferentes plataformas, para se abastecerem de conteúdo. É surfando na onda da multiplicidade de mídias que o JC chega, hoje, aos 98 anos. 

 

É o empresário João Carlos Paes Mendonça – cujo grupo JCPM adquiriu o Jornal do Commercio em 1987 e o transformou no líder em assinaturas no Nordeste – resume o sentimento de mais um aniversário do JC, com o veículo cada vez mais presente em diferentes plataformas e alcançando novos públicos:

 

 “O investimento em inovação é uma constante para muitos segmentos, sobretudo na área de Comunicação. Ao longo desses quase 100 anos de existência, o Jornal do Commercio passou por inúmeras transformações. Nos últimos anos, a forma como a notícia passou a chegar até o leitor foi completamente modificada e conseguimos imprimir ainda mais força à marca Jornal do Commercio que hoje vai muito além de um jornal diário impresso. Os investimentos em interatividade, em novos canais, como a TVJC, por exemplo, acompanham o dinamismo e a agilidade que os novos tempos exigem. Nesse cenário, uma coisa nunca mudou e acreditamos nela para seguir em frente: nossa seriedade na hora de informar. A credibilidade é o que fará a diferença nos próximos anos. Acreditamos nisso e investimos diariamente para atender os anseios da sociedade”.

 

“Nascemos como um jornal impresso, mas essa data também marca a comemoração da performance de uma marca que é relevante em todas as plataformas”, afirma Laurindo Ferreira, diretor de redação do JC. Ele explica que todos grandes os jornais do mundo passaram por profundas mudanças com o advento das mídias digitais, fazendo com que o conteúdo seja produzido de acordo com as demandas específicas de cada leitor. “Isso exigiu, inclusive, mudanças físicas. A nossa redação, hoje, é completamente diferente e adaptada de forma a favorecer a integração entre mídias e conteúdo”.



 

 

Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

 

 Nesse bravo mundo novo, jornal vira rádio, que se transforma em TV digital, que volta ao jornal, tudo abastecendo o consumidor das mais diferentes formas, e em qualquer lugar. “Tudo embalado em uma marca que é sinônimo de informação de credibilidade no Estado”, diz a diretora de Conteúdo Digital do JC, Maria Luiza Borges.

 

A prova é a fidelidade dos leitores. O JC segue líder no Nordeste em número de assinantes, de acordo com o Instituto Verificador de Comunicação (IVC), entidade sediada no Rio de Janeiro e que mede a circulação dos veículos de imprensa no Brasil. São 38.257 pessoas que fazem questão de consumir o conteúdo do jornal. Para se ter uma ideia dessa relevância, o JC é o 12º colocado em um ranking nacional que conta com 79 veículos monitorados pelo IVC.

 

“Como advogado, gosto da sensação de ler as notícias no papel. E a credibilidade é o que me mantém acompanhando o JC”, comenta Nilton Maia, morador do bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. A aposentada Maria das Graças Fonseca destaca outra qualidade do jornal: a clareza. “É o mais fácil de ler, onde encontro desde os assuntos locais a grandes colunistas nacionais”, diz ela, assinante do JC Premium (apenas online). Tendência, aliás, em que o jornal também se destaca: é o 15º no Brasil em assinaturas digitais, de acordo com o IVC.

 

 

FUTURO


Beirando o centenário – que será comemorado em abril de 2019 –, o JC finca dos dois pés no presente mirando o futuro. “Estamos atentos ao que existe de mais moderno em comunicação no mundo, e de olho no que ainda está por vir. Não podemos prever o que vai acontecer no futuro, mas posso dizer com certeza que o JC estará lá”, diz Laurindo Ferreira.
“Tem uma coisa muito forte por trás do sucesso da marca JC: um investidor que acredita na missão do veículo de comunicação. Se temos atravessado todo esse período de incertezas no País – institucionais, políticas e econômicas – inovando e com tranquilidade é porque o empresário João Carlos Paes Mendonça mantém firme esse compromisso, que é com o Estado de Pernambuco, seu povo e sua cultura”, completa.

 

 

 


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por josé lira,03/04/2017

De olhos no futuro, porém apoiou o golpe parlamentar, empresariado e midiático de 2016...



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM