Jornal do Commercio
SEGURANÇA

Policiais flagrados roubando mercadoria

Vítima é um comerciante chinês que tem escritório no Pina

Publicado em 21/04/2017, às 07h19

Militares da Rocam levam caixas com produtos eletrônicos / Reprodução
Militares da Rocam levam caixas com produtos eletrônicos
Reprodução
Da editoria de Cidades

Três policiais – um civil e dois militares – foram presos na manhã de ontem, sob acusação de roubo mediante grave ameaça. Um vídeo gravado pelo sistema de monitoramento de um edifício empresarial no bairro do Pina, na Zona Sul, mostram pessoas que segundo a Polícia, seriam o agente Sílvio Gomes da Silva, o soldado Raul César Félix de Moura e o cabo Cleberson Felipe de Souza. Nas imagens, os três são vistos carregando caixas na companhia de um homem de origem chinesa. Até o final da tarde de ontem, eles continuavam recolhidos à carceragem do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil, no bairro do Cordeiro, Zona Oeste. Se condenados, podem perder os cargos.


Segundo o chefe de Polícia Civil, Joselito do Amaral, o caso aconteceu no dia 3 de agosto de 2016. Os policiais estariam roubando mercadorias do comerciante chinês, que tem lojas no Camelódromo, no Centro do Recife. “Foram relógios, telefones celulares e outros aparelhos eletrônicos. As imagens mostram claramente que o comerciante estava sendo constrangido pelo trio”, diz. Na casa do policial civil também foi encontrada uma quantia em dinheiro – fala-se em R$ 18 mil, informação que a Polícia não confirma – e uma pistola sem registro.

ELITE


Os dois policiais militares são da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas), tropa especializada da corporação, enquanto o agente é lotado na Delegacia de Água Fria, na Zona Norte do Recife. “Esse é um desvio de conduta que não é tolerável. São bandidos travestidos de policiais”, disparou Joselito. Apenas nos primeiros três meses deste ano, 30 agentes de segurança, entre PMs, civis, bombeiros e agentes penitenciários, foram expulsos por condutas irregulares, segundo a Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS). O maior número registrado aconteceu em 2016, quando 84 servidores perderam os cargos.




O comandante da Polícia Militar, Vanildo Maranhão, explicou que o soldado e o cabo cumprirão medida disciplinar no âmbito da corporação. “Mas também responderão pelo inquérito da Polícia Civil, podendo, no caso de condenados, perderem a farda”. Perguntando sobre o que achava de militares de uma unidade de elite envolvidos em práticas ilícitas, o coronel afirmou que “foi uma surpresa”.


Os três servidores tiveram prisão temporária de cinco dias decretada pela Justiça. Os militares vão cumprir esse tempo no Centro de Reeducação da PM (Creed), em Abreu e Lima, no Grande Recife.


O comerciante chinês que teve a mercadoria roubada também será alvo de averiguações da Polícia. “Neste caso, ele é vítima e nos procurou para que achássemos os culpados. Mas caso seja detectada alguma irregularidade nos produtos, ele também responderá por sonegação”, diz o delegado. Joselito apela para que as imagens sejam divulgadas, encorajando eventuais outras vítimas a procurar pela Polícia.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM