Jornal do Commercio
ZONA DA MATA

Professora morre após se assustar com bomba junina jogada por aluno

O artefato teria sido lançado por um jovem de 16 anos no pátio da escola onde ela estava, em Carpina. A mulher foi socorrida e morreu no HR, no Recife

Publicado em 19/05/2017, às 06h14

Irmã afirmou que professora teve um aneurisma cerebral. Ela morreu na manhã da quinta (18) / Foto: Reprodução/Facebook
Irmã afirmou que professora teve um aneurisma cerebral. Ela morreu na manhã da quinta (18)
Foto: Reprodução/Facebook
JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Morreu nessa quinta-feira (18), uma professora que estava internada no Hospital da Restauração, na área central do Recife, desde a terça-feira (16), após se assustar com a explosão de uma bomba de São João. O incidente aconteceu na Escola Municipal São Joaquim, na comunidade de Caraúba Torta, em Carpina, na Zona da Mata Norte do Estado. O artefato teria sido lançado por um adolescente de 16 anos, no momento em que o ônibus que ele estava passou na frente do colégio.

O jovem jogou a bomba em direção aos alunos que estavam no pátio da escola. A professora Josefa Jaqueline Silva, 40, tentou proteger uma aluna de 5. Com o impacto da explosão, ela passou mal e foi levada em estado grave para a Unidade Mista de Saúde de Carpina. Na noite da terça (16), a mulher foi transferida para o Hospital da Restauração, na área central do Recife, onde morreu na manhã da quinta-feira (18).

Aneurisma

De acordo com a irmã de Josefa, a professora sofreu uma alteração da pressão arterial e em consequência teve um aneurisma cerebral.



Secretaria de Educação lamenta morte

A Secretaria Municipal de Educação de Carpina divulgou nota lamentando a morte da professora da Educação Infantil Pré II.  “Sua competência e amor pela profissão serão exemplo para todos nós. Jaqueline estará sempre em nossas lembranças, guardada com carinho em nossos corações”, declarou a Secretaria Municipal de Educação.

O velório da professora acontece na casa da mãe dela e o sepultamento será no Cemitério de São Sebastião, em Carpina, nesta sexta- feira (19). A ocorrência foi registrada no Conselho Tutelar e na Delegacia de Carpina.


Recomendados para você


Comentários

Por CLÁUDIO DE MELO SILVA,20/05/2017

Eu sei que os nobres jornalistas (como sempre) não vou publicar o meu comentário, mas, mais uma vez sinto a ausência de um REPÓRTER INVESTIGATIVO. Por os nobres jornalistas não foram em busca de algum delegado que esteja à frente do caso para cobrar sanções a este adolescente?

Por Elias Sales,19/05/2017

E ai justiça nojenta, vai manter esse bandido solto.....

Por Flavio Silva,19/05/2017

E o desgraçado mirim que jogou a bomba???

Por Axel,19/05/2017

Lastimável a morte de uma colega professora. Também é lastimável que alguém use esse espaço para fins políticos e fazer propaganda de um dos políticos mais deploráveis da História.

Por Rodrigo,19/05/2017

Já pegaram o bandido? A reportagem ignora o fato? A polícia está atrás desse assassino?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM