Jornal do Commercio
INVESTIGAÇÃO

Ainda não há prazo para conclusão de perícia em prédio que desabou em Garanhuns

Peritos estiveram no local nessa quarta-feira (12), mas devem voltar mais três vezes para concluir a inspeção e apontar as causas da queda

Publicado em 13/07/2017, às 08h54

Prédio que desabou estava localizado no bairro Aloísio Pinto / Foto: Eduardo Peixoto/Rádio Jornal Garanhuns
Prédio que desabou estava localizado no bairro Aloísio Pinto
Foto: Eduardo Peixoto/Rádio Jornal Garanhuns
JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Ainda não há um prazo para que o resultado da perícia apontando a causa do desabamento de um prédio em Garanhuns, no Agreste do Estado, na segunda-feira (10), seja divulgado. A inspeção começou nessa quarta-feira (12) e os peritos devem voltar ao local mais três vezes. As datas das próximas visitas não foram informadas

Embora a perícia ainda esteja em fase inicial, o delegado Patrick Dias, responsável pela investigação, indica que a estrutura do edifício pode ter apresentado falhas. "Preliminarmente, o que se pode verificar é que a estrutura de concreto armado apresenta falhas de execução, especificamente quanto a emenda das colunas, que seriam curtas, mas isso é uma informações preliminar. Ainda vai haver um estudo técnico mais aprofundado", explicou.



Documentação da obra

A Prefeitura de Garanhuns havia informado que abriu um procedimento interno para levantar toda a documentação relativa à execução e regularidade da obra. A edificação (o bloco C de um conjunto residencial de três prédios na rua Desembargador João Paes) já havia sofrido desmoronamento parcial durante sua construção em 2008 e passou por vistoria há seis anos, quando o município determinou serviços de manutenção.

Mortos e feridos no desabamento

O servidor público municipal Antônio Arcoverde, de 32 anos, e Edvaldo Soares, 66, morreram soterrados. A mulher de Antônio, a bióloga Genicélia Cardoso, 26, e a filha do casal, de apenas 20 dias, foram retiradas dos escombros. A mulher com pequenos arranhões e a bebê, ilesa. Familiares disseram que o casal procurava um novo apartamento para se mudar, devido aos problemas estruturais do prédio. Já Edvaldo iria se mudar na terça-feira (12).


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM