Jornal do Commercio
festa da padroeira

Fé e devoção na missa de encerramento da festa da padroeira do Recife

Embaixo de chuva, fieis agradecem graças alcançadas durante missa campal de encerramento da 321ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo

Publicado em 16/07/2017, às 17h47

Nem chuva abala fé de fiéis de Nossa Senhora do Carmo / Felipe Ribeiro / JC Imagem
Nem chuva abala fé de fiéis de Nossa Senhora do Carmo
Felipe Ribeiro / JC Imagem
JC Online
Com informações da repórter Marcela Balbino

Nem a chuva abala fé de fiéis de Nossa Senhora do Carmo. Durante a missa campal de encerramento da 321ª edição da Festa de Nossa Senhora do Carmo na tarde deste domingo, milhares de guarda-chuvas foram abertos no Pátio do Carmo para que todos acompanhassem a celebração e agradecessem as graças alcançadas, enquanto a chuva caia no Recife. A procissão que marca o final da festa da padroeira do Recife começa logo após a missa. Passa pelas Avenida Nossa Senhora do Carmo, Martins de Barros, Praça da República, Rua do Sol, Guararapes, encerrando em frente à Basílica dedicada à santa, na Dantas Barreto, bairro de Santo Antônio. 

O Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, celebrou a missa de encerramento. "Maria foi a escolhida, a eleita para ser a mãe do Salvador. Uma jovem humilde, simples, de 15 anos aproximadamente, que mereceu tamanha graça para ser a eleita para ser a mãe do salvador. Por isso Maria assumiu também não apenas a tarefa de cuidar do filho de Deus mas assumiu a missão de ser mãe de cada um de nós e como tal ela procura cumprir esse papel de uma maneira muito bela e próxima de cada um de nós", disse o arcebispo em seu sermão. 



Este é último dia da Festa de Nossa Senhora do Carmo, que começou no dia 9 de julho. Ao longo da semana, houve extensa programação, de novenas e missas cinco vezes ao dia. Na véspera da data dedicada à Virgem do Carmelo, sábado (15), as celebrações aconteceram de hora em hora. A organização deu uma estimativa de 20 mil pessoas que participaram das celebrações neste sábado (15) e domingo (16). 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Festa da padroeira

A festa para a padroeira do Recife, Nossa Senhora do Carmo, começou no fim do século 17, organizada por frades vindos da Espanha. O tema escolhido este ano é "Viva a Mãe de Deus e Nossa - o Carmelo rejubila no tricentenário do teu encontro no solo brasileiro", em reverência ao encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Os fiéis que participam das celebrações podem aproveitar para comprar artigos religiosos e flores em barraca montada na igreja. Toda a renda arrecadada com a venda desses produtos será usada para a recuperação do altar dedicado a Nossa Senhora da Glória.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM