Jornal do Commercio
Acão Beneficiente

Instituto Amigos da Rua realiza doações para mães carentes

A ação foi fruto de uma parceria entre o IAR, a Escola Internacional de Aldeia e a empresa Klabin

Publicado em 16/07/2017, às 17h54

Vinte mães foram beneficiadas com a iniciativa do instituto / Foto: IAR/Divulgação
Vinte mães foram beneficiadas com a iniciativa do instituto
Foto: IAR/Divulgação
JC Online

O Instituto Amigos da Rua (IAR) realiza neste domingo (16), uma distribuição de berços acompanhados de enxovais para mães e bebês carentes no Recife. No total, 20 gestantes foram beneficiadas na iniciativa que mobilizou nove voluntários embaixo do viaduto da Avenida João de Barros, no bairro do Espinheiro, Zona Norte do Recife. 

Parceria

A ação foi fruto de uma parceria entre o IAR, a Escola Internacional de Aldeia e a empresa Klabin, exportadora de papeis que doou berços fabricados de papelão ondulado para a distribuição.



História 

O entidade existente há 18 anos, tem por missão a doação de alimentos, roupas e levar acolhimento para pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social. O IAR não recebe verbas públicas e sobrevive com o apoio de empresas parceiras e dos voluntários. Para se tornar um voluntário ou realizar doações ao instituto, é preciso entrar em contato através do telefone: (81) 98855-6102. 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM