Jornal do Commercio
ABASTECIMENTO

Barragem do Cajueiro atinge nível máximo e tira Garanhuns do racionamento de água

A última vez que a barragem sangrou foi no ano de 2015. Os outros dois mananciais que alimentam o sistema também se recuperaram

Publicado em 17/07/2017, às 16h45

A última vez que a barragem sangrou foi no ano de 2015 / Foto: Divulgação/Compesa
A última vez que a barragem sangrou foi no ano de 2015
Foto: Divulgação/Compesa
Estadão Conteúdo

A Barragem do Cajueiro, o maior reservatório do Sistema de Abastecimento de Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, está vertendo. O Cajueiro foi beneficiado com as chuvas regulares que caem na região desde o mês de maio, e atingiu sua capacidade máxima de armazenamento, de 14,5 milhões de metros cúbicos de água, tirando o município e outros da região do sistema de racionamento.

A última vez que a barragem sangrou foi no ano de 2015. Os outros dois mananciais que alimentam o sistema, as barragens de Inhumas e Mundaú, também apresentaram boa recuperação com o período de inverno, e alcançaram o nível máximo de acumulação, volume que deu condições da Compesa eliminar o racionamento de água na 'Cidade das Flores' no último dia 10.



A seca prolongada na região tinha levado Inhumas ao colapso em março deste ano. Graças às chuvas e à localização do reservatório em uma bacia hidrográfica de alto rendimento, o manancial apresentou uma excelente recuperação.

Abastecimento

De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), com as três barragens cheias, há condições de garantir o fornecimento de água para Garanhuns até o próximo período chuvoso, em maio de 2018 - considerando o clima normal para região.

Além de Garanhuns, esse sistema de distribuição de água atende as cidades de Angelim e São João e o distrito de São Pedro.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM