Jornal do Commercio
INSEGURANÇA

Assassinatos voltam a subir em julho

Estimativa é de que cerca de 440 pessoas tenham sido mortas no Estado

Publicado em 12/08/2017, às 07h12

Mortes violentas voltam a crescer / Diego Nigro/JC Imagem
Mortes violentas voltam a crescer
Diego Nigro/JC Imagem
JC Online

O número de homicídios em Pernambuco voltou a crescer em julho, após três meses seguidos de redução, entre março e junho deste ano. Os dados serão anunciados oficialmente na próxima terça-feira (15) pela Secretaria de Defesa Social (SDS), mas sabe-se que o mês passado teve cerca de 440 assassinatos no Estado, contra 380 ocorridos em junho. Um aumento de 15,7%.

Também entrará para a conta do Pacto pela Vida (PPV) mais um recorde negativo: será o pior mês de julho desde a criação da política pública, em 2007. No ano passado, por exemplo, o mesmo mês terminou com 346 homicídios. O melhor julho foi o de 2012, quando foram notificados 222 mortes violentas intencionais, praticamente a metade do que foi observado no mês passado.
Nem mesmo as fortes chuvas que castigaram o Grande Recife durante o mês passado foram suficientes para diminuir o índice. Em épocas chuvosas, é comum haver uma menor movimentação nas ruas e, consequentemente, uma queda nas operações do tráfico de drogas. Segundo a SDS, cerca de 70% dos assassinatos que ocorrem no Estado têm relação direta com o comércio ilegal de entorpecentes, seja pela cobrança de dívidas ou disputas territoriais, entre grupos criminosos rivais, por pontos de venda.

O índice de aproximadamente 440 homicídios quebra uma sequência em que o número saiu de 551 mortes em março – o mais alto nos dez anos de Pacto pela vida – para 380 em junho. Os seis primeiros meses deste ano representam o pior primeiro semestre desde a criação do PPV: foram 2.876 homicídios, contra 2.063 registrados em 2016. A melhor marca aconteceu em 2013 – ano de melhores resultados do PPV – quando os primeiros seis meses terminaram com 1.601 mortes violentas intencionais.
Somando-se a estimativa de homicídios em julho aos seis primeiros meses deste ano, chega-se a um total de 3.316 assassinatos. Em sete meses, este índice já é maior que o registrado durante todo o ano de 2013: 3.100 pessoas vítimas da violência. Se a tendência for mantida, Pernambuco pode, pela primeira vez, no final de 2017, chegar à triste marca de 5 mil assassinatos em um ano. Em 2016 foram 4.479, um total que só não é pior que os 4.634 homicídios notificados em 2006, último ano do governo Jarbas Vasconcelos/Mendonça Filho. O Pacto pela Vida foi criado no ano seguinte, durante a primeira gestão de Eduardo Campos.



PRISÕES

Para estancar a sangria nas ruas, o governo aposta na prisão de homicidas contumazes, como Antones Vicente Alves, de 23 anos, conhecido como Miau. Preso na última terça-feira, no bairro de Brejo da Guabiraba, Zona Norte do Recife, ele praticou, segundo a Polícia Civil, nove assassinatos apenas nos seis primeiros meses deste ano. Ainda existem outros cinco crimes sob investigação e cujas autorias remetem a Miau, que comandava um ponto de venda de drogas na localidade.

Uma guerra que também ceifa vidas que mal começaram, como a da garota Sthefanny Vitória, de apenas dois anos. Ela foi morta por uma bala perdida em um suposto tiroteio entre policiais e traficantes do Alto do Urubu, no Ibura, Zona Sul, no último dia 4. Três pessoas foram presas com drogas e armas, sendo liberadas em audiência de custódia, acusando policiais de terem feito os disparos. No dia seguinte, 5 de agosto, familiares da garota e moradores do bairro fizeram uma manifestação por justiça. O caso ainda está sob investigação da Polícia Civil.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Lopes,13/08/2017

Os bandidos brasileiros precisam se profissionalizar. Assim não dá ! Matando gente adoidado transformou o Brasil num inferno. Sejam um pouco inteligentes, entrem num partido político e virem políticos , ganhem muitas vezes mais e com menos riscos. Se preferir, façam carreira em algum sindicato, vejam o exemplo do Lula.

Por Valdemir,12/08/2017

Já pensaram no prejuízo que esses bandidos dão à nação ? Cirurgias e mais cirurgias de bandidos e vítimas baleados, e esfaqueados. Processos e mais processos que não levam a nada, só engordam os bolsos dos vendedores de sentença. ônibus queimados, e depredados, caixas eletrônicos explodidos. Cargas roubadas, golpes contra os bancos e seguradoras na internet etc. E ainda vem os bandidos de cima, querendo bilhões de dinheiro público para financiar campanha, e encher os bolsos de dinheiro. Depois a culpa do déficit público é do INSS, do funcionalismo, que é o cérebro deste país, e do aposentado que já pagou, mas não querem que receba. País de idiotas, esse ! Por isso vou de Bolsonaro ( O Cruel ) para moralizar o Brasil, e acabar com esses patifes.

Por CARMEM LIMA,12/08/2017

A quem o governo quer enganar dessa vez? Delegacias caindo aos pedaços, paredes mofadas, tetos com pingueira, cadeiras quebradas, banheiros sem manutenção e sem água, faltando papel para imprimir os boletins de ocorrência. Pago altos impostos, aliás, pagamos altos impostos para sermos assaltados nas ruas, criminosos são soltos no outro dia. A culpa é dos políticos que fazem as leis e não dos juízes que as cumprem. Sem falar os milhões que esses corruptos desviam para os seus bolsos.

Por SILVIO FERREIRA,12/08/2017

Pernambuco não tem segurança pública, isso é fato, e nenhum político corrupto poderá dizer o contrário, porque dizendo estará chamando o povo pernambucano de otário, de besta e de tapado. Vejam os crimes que ocorrem diariamente em nossas cidades, assaltos a ônibus, explosões de caixas eletrônicos, roubos ás empresas de transporte s de valores. Depois vem um idiota político dizer que em Paris é mais perigoso, dias depois um outro do governo sofre uma tentativa de assalto.

Por cearense arretado,12/08/2017

A Siria é aqui, Deus me livre!!!!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM