Jornal do Commercio
SEGURANÇA

Agosto deve ter cerca de 420 homicídios

Redução com relação a julho é de cerca de 5%

Publicado em 13/09/2017, às 07h52

Secretário confia na tendência de queda dos homicídios / Luiz Pessoa/JC Imagem
Secretário confia na tendência de queda dos homicídios
Luiz Pessoa/JC Imagem
JC Online

Se o pior julho em termos de homicídios desde o início do Pacto pela Vida (2007) foi o deste ano, com 447 ocorrências, agosto promete seguir a tendência. Os dados relativos ao mês passado serão divulgados apenas no próximo dia 15, mas espera-se que sejam registrados cerca de 420 assassinatos. O pior mês de agosto da era do Pacto foi o de 2008, com 399 registros. Coincidentemente, a melhor marca mensal da história da política pública aconteceu em agosto de 2013, quando foram notificados 214 homicídios, praticamente metade do que é esperado para o mesmo período de 2017.

O valor do mês passado é cerca de 5% menor que os 447 assassinatos que ocorreram em Pernambuco em julho deste ano. Depois de um pico histórico de 551 mortes intencionais violentas em março – o maior já registrado no Estado durante a vigência do Pacto pela Vida – houve três meses seguidos de reduções até que junho fechasse com 380 ocorrências. A tendência de queda foi interrompida com os 447 homicídios de julho.

GOIANA

Um dos assassinatos de maior repercussão em agosto deste ano foi o do estudante de direito Edvaldo Valença, de 21 anos. Ele foi morto com um tiro no rosto ao ser abordado por cinco homens – sendo um adolescente – que tentaram roubar o Jeep Renegade que ele dirigia, no município de Goiana, Zona da Mata Norte do Estado. O crime foi encomendado dentro do presídio de Igarassu, no Grande Recife. Os homens deveriam roubar um Renegade e entregá-lo a um contato do chefe da quadrilha no Estado da Paraíba. Quatro das seis pessoas envolvidas no crime foram presas. Ainda há dois foragidos da Justiça.



Para o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, a redução nos homicídios entre julho e agosto se deve a dois fatores principais: ajustes na operação Força no Foco (presença ostensiva das Polícias Civil e Militar por 48 horas seguidas nos municípios) e prisões de homicidas contumazes.

“Passamos a realizar três edições por mês em cidades de cada uma das regiões do Estado: Grande Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão. Então foram 12 este mês, em municípios como Ipojuca e Paulista, na Região Metropolitana do Recife, e Goiana, na Zona da Mata Norte”, disse Pádua, ontem, durante a entrega de seis delegacias móveis, dois microônibus e uma lancha da Polícia Civil, que foram reformados por R$ 108 mil. “A prisão de grupos de homicidas como o que atuava em Santa Cruz do Capibaribe, e que contava com policiais militares, também ajudou a reduzir os índices”, afirma, numa referência à prisão de quatro PMs da ativa e um da reserva, no dia 15 do mês passado.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por SELMA FLORENCIO,13/09/2017

Como um Estado irá combater a criminalidade com as tropas desmotivadas? Com as delegacias caindo aos pedaços? Viaturas novas andam sozinhas agora é? Corregedoria vai dar ligar ao diálogo direto com o governador é? Esse país está falido pelo fato de políticos sempre criarem leis para única e exclusivamente beneficiá-los. O povo é relegado a bucha de canhão para só serem lembrados nas eleições e nos impostos. Tem que ser extintos todos os auxílios, benefícios, regalias e mordomias de todos os políticos, o povo está sendo esmagado e morto com tanta roubalheira e corrupção que não acaba nunca.

Por LYRA,13/09/2017

Esse chefe adjunto da quadrilha criada e deixada pelo meliante morto Eduardo Campos 10%, o bandido Paulo Câmara, é o que podemos de chamar de uma verdadeira piada politica, ele juntamente com esse seus ASPONES, para quem não sabe o que é ASPONE = ASSESSORES DE POR.. NENHUMA", além de tentarem mas, não conseguirem enganar a população com esses números mentirosos, ainda acham pouco 420/450 assassinatos no estado em um só mês. Vejam que o cara é tão fraco, que o FBC outro chefe adjunto da mesma quadrilha já correu, ficando ainda no time o "GRANDE" prefeito risadinha e um tal deputado Tadeu Alencar, ou seja, a quadrilha está perdendo seus chefes, pior será será quando perder sua orientadora, a viúva que não, a viúva santinha.

Por Luan,13/09/2017

Muito bem! Ocultando números a criminalidade Pernambuco reduzirá em até 100%. Seremos o Estado mais melhor de bom em linha reta do sistema solar! Viva Paulo mentirinha e sua corja!

Por Eloisio,13/09/2017

Enquanto isso o governador usa a polícia militar para multar motoristas cujos carros estão com lâmpadas de Led. Isso é que administrar prioridades. Pena que eles não estava naquele avião.

Por Luciano,13/09/2017

Pode-se dizer que Paulo Camara, vai entrar pra história, como o governador com maior índice de homicídios de uma gestão. Também pudera foi comprar briga logo com quem? Com os POLICIAIS MILITARES, no caso de soldados a Sargentos, por que Oficiais não tiram guarnições, ficam só em gabinetes comandando. Os Praças são a massa da Segurança Pública nas ruas, não adianta lindas viaturas nas Rua se os Praças estão desmotivados.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM