Jornal do Commercio
Nova decisão

Metroviários suspendem paralisação desta quinta e sexta no Recife

Recuo foi definido em assembleia realizada na noite desta quarta

Publicado em 13/09/2017, às 19h59

Metrô continua operando em más condições, denuncia sindicato / Acervo JC Imagem/Ricardo Labastier
Metrô continua operando em más condições, denuncia sindicato
Acervo JC Imagem/Ricardo Labastier
Cidades

Os metroviários de Pernambucano decidiram suspender a paralisação de 48h que estava prevista para esta quinta (14) e sexta-feira (15) no Recife como protesto pela continuidade dos problemas de segurança e falta de investimentos no setor. A categoria se reuniu na noite desta quarta-feira (13) para uma assembleia realizada na Praça Milvernes Lima, na Estação Recife, bairro de São José, área central do Recife.

Com a decisão do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos - Recife divulgou que o metrô funcionará normalmente, das 5h às 23h, suspendendo o esquema especial montado para paralisação anteriormente anunciada pela categoria.

Os trabalhadores do Metrô do Recife haviam decidido, no dia 5 de setembro, pela paralisação de 48h nos dias 14 e 15 do mesmo mês. O Grande Recife Consórcio de Transportes e a própria CBTU já tinham divulgado um esquema de mobilidade diferenciado para atender os usuários. Na ocasião, a categoria, que já estava em estado de greve há cerca de três meses, afirmou que a paralisação seria necessária para mostrar o descontentamento dos metroviários com a política de privatização do sistema.

"Aconteceu um fato posterior ao dia 5 de setembro: no dia 8 o Sindmetro recebeu uma notificação do Tribunal Superior do Trabalho dizendo que o dissídio da categoria seria julgado no dia 20 deste mês. Aí para não confundir as pautas, decidimos recuar, mesmo que a paralisação não tenha relação com aumento salarial, e sim com a insegurança dos trabalhadores e usuários", explicou Levi Arruda, diretor de comunicação do Sindmetro-PE.



Indignação

“Recuamos para não haver possibilidade de interferência do ato no dissídio. Mas a indignação permanece, pois o metrô continua operando em más condições”, afirmou Levi Araújo, indicando que o movimento pode ser retomado. No quesito salário, os metroviários reivindicam 12,29% e não há contraproposta.

Nota oficial do Sindmetro-PE

Em sua página oficial no Facebook, o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE) divulgou uma nota confirmando o cancelamento da paralisação que seria realizada nesta quinta e sexta-feira:

"Metroviarios/as de Pernambuco, por unanimidade, decidiu suspender a greve de 48 horas que havia sido decretada no dia 05 de setembro é que deveria ocorrer nessa quinta(14) e sexta-feira (15). A partir do entendimento de que a paralisação poderia prejudicar o julgamento do dissídio que tem audiência de conciliação no dia 20 desse mesmo mês, os trabalhadores decidiram suspender o movimento paredista. A categoria vai se unir ao ato público de protesto que vai ocorrer às 14 horas na praça do Derby e tambem realiza Assembleia Permanente no dia vinte."


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM