Jornal do Commercio
Incêndio em ocorrência

Guarda usa arma de choque e provoca incêndio no Recife

Um policial militar sofreu queimaduras nos braços. Familiares e um deficiente também se queimaram

Publicado em 01/12/2017, às 19h55

O incêndio foi causado por fagulhas da arma de choque que entraram em contato com o gás de cozinha / Foto: Reprodução/TV Jornal
O incêndio foi causado por fagulhas da arma de choque que entraram em contato com o gás de cozinha
Foto: Reprodução/TV Jornal
JC Online

Um Policial Militar sofreu queimaduras no braço após um guarda municipal acionar uma arma de choque em uma ocorrência e causar um incêndio durante uma ocorrência no bairro de Sítio dos Pintos, Zona Oeste do Recife. 

Gás de cozinha

De acordo com a polícia militar, um rapaz com deficiência mental estava ameaçando matar familiares com uma faca em uma casa da região, e também teria deixado escapar gás de cozinha. O guarda municipal, que também estava na ocorrência, na tentativa de imobilizar o rapaz acionou a arma de choque que, ao entrar em contato com o gás, provocou um incêndio.



O policial militar que estava na ocorrência sofreu queimaduras no braço. O rapaz deficiente e alguns familiares também sofreram queimaduras.

O policial foi encaminhado para o Hospital da Polícia Militar e já recebeu alta, bem como os outros feridos que também receberam atendimento. 


Recomendados para você


Comentários

Por Eisenhower,01/12/2017

Se esse guarda Chifrin já está fazendo asneira com uma arma choque , imaginem ele com um arma de fogo.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM