Jornal do Commercio
Violência contra a mulher

Prefeitura do Recife vai fiscalizar cumprimento de medidas protetivas

Brigada Maria da Penha, sancionada nesta quinta (7), irá auxiliar mulheres vítimas de agressão e que pediram medidas protetivas contra o agressor

Publicado em 07/12/2017, às 10h52

Lançamento da Brigada Maria da Penha contou com a presença do prefeito Geraldo Julio e da secretária Cida Pedrosa / Andrea Rego Barros/PCR
Lançamento da Brigada Maria da Penha contou com a presença do prefeito Geraldo Julio e da secretária Cida Pedrosa
Andrea Rego Barros/PCR
Da Editoria de Cidades

A Prefeitura do Recife lançou nesta quinta-feira (7) a Brigada Maria da Penha, formada por guardas municipais. O objetivo do serviço é acompanhar se as medidas protetivas solicitadas por mulheres vítimas de violência e atendidas no Centro Clarice Lispector estão sendo cumpridas da maneira correta.



A brigada será formada por oito guardas, metade mulheres, e uma coordenadora, que também irão acompanhar audiências quando houver a presença do agressor e outras atividades técnicas da equipe de atendimento da Secretaria da Mulher. A lei foi sancionada na manhã desta quinta (7). "Nos próximos 10 dias, os guardas que irão integrar a brigada serão selecionados, e em até 30 dias, a equipe deve estar entrando em atividade", explicou a secretária da Mulher do Recife, Cida Pedrosa.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM