Jornal do Commercio
Religião

Procissão encerra 113ª Festa de Nossa Senhora da Conceição no Morro

O andor com a imagem de Nossa Senhora da Conceição sairá às 15h desta sexta-feira (8) do Bairro do Recife e segue até o Morro da Conceição,na Zona Norte da cidade

Publicado em 07/12/2017, às 22h22

Fiéis sobem o Morro da Conceição em busca da proteção da santa / Foto: Ashlley Melo/JC Imagem
Fiéis sobem o Morro da Conceição em busca da proteção da santa
Foto: Ashlley Melo/JC Imagem
Da Editoria Cidades

A partir das 15h desta sexta-feira, 8 de dezembro, devotos de Nossa Senhora da Conceição acompanham procissão em homenagem à santa na cidade do Recife. A caminhada de quase 7,5 quilômetros começa no Bairro do Recife, próximo ao Forte do Brum, e termina no Morro da Conceição, bairro da Zona Norte, com a presença de aproximadamente 300 mil pessoas.

Participar de uma procissão não é apenas seguir a imagem de uma santa, o ritual tem um sentido mais profundo. “É a manifestação pública da nossa fé, nós estamos dizendo, ali, que a nossa fé não é professada só dentro da igreja”, declara padre José Ulysses da Silva, reitor do Santuário de Nossa Senhora da Conceição do Morro, que organiza a caminhada.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

 

A procissão, acrescenta padre José Ulysses, é também uma experiência de fraternidade. “Há uma certa igualdade nesse cortejo. Somos todos caminhantes e peregrinos. E um ajuda o outro a seguir em frente. É uma experiência humana muito bonita. Simbolicamente, significa que Deus caminha conosco ao longo da nossa existência”, afirma.

“A fé é o que me move a acompanhar a procissão de Nossa Senhora da Conceição”, declara a diarista Cremilda Santos, 66 anos, moradora do bairro de Apipucos, na Zona Norte do Recife. “A caminhada do Forte do Brum para o Morro não é fácil, principalmente na minha idade. Mas eu me sinto renovada para trabalhar no outro dia” diz Cremilda.



Ela sobe o Morro todos os dias, desde a abertura da 113ª Festa de Nossa Senhora da Conceição, em 29 de novembro último. “Vim para todas as novenas e encerro minha batalha amanhã (08/12) com a procissão”, comenta a diarista. Pedagoga em Olinda, Albani Correia, 48, também vai seguir a procissão do dia 8 de dezembro, dedicado à mãe de Jesus.

ATO DE FÉ

“A caminhada é uma penitência e também um ato de fé, andar em grupo tem um sentido de unidade e de comunhão. A coletividade, quando todos que andam juntos têm o mesmo objetivo, renova as esperanças na vida”, destaca Albani Correia, depois de participar, no fim da manhã desta quinta-feira (07/12), de missa no Santuário do Morro da Conceição.

Este ano, a procissão de encerramento da Festa de Nossa Senhora da Conceição será animada por quatro trios elétricos. O andor com a imagem da santa seguirá pela Ponte do Limoeiro, Avenida Norte e Estrada do Morro da Conceição (descida do ônibus), até a praça da comunidade, onde o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, celebrará missa campal, às 18h30.

Na expectativa de ainda receber peregrinos depois do fim da festa, o santuário realizará três missas extras no fim de semana. São quatro celebrações no sábado (09/12), às 7h, 10h30, 16h e 19h (duas a mais) e quatro no domingo (10/12), às 7h, 9h, 11h e 19h (um acréscimo), avisa padre José Ulysses. Cerca de 1,5 milhão de pessoas é o público estimado nos dez dias da festa.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM