Jornal do Commercio
Chuvas na RMR

Manhã de alagamento e transtornos em Recife e Olinda devido às chuvas

Olinda registrou alagamentos intensos no bairro dos Bultrins, Jardim Fragoso e Bairro Novo. Já no Recife, Zona Norte, Oeste e Sul registraram transtornos

Publicado em 19/01/2018, às 12h20

Cruzamento entre as Avenidas Carlos de Lima Cavalcanti e Chico Science, no bairro dos Bultrins, em Olinda / Bobby Fabisak/JC Imagem
Cruzamento entre as Avenidas Carlos de Lima Cavalcanti e Chico Science, no bairro dos Bultrins, em Olinda
Bobby Fabisak/JC Imagem
Da Editoria de Cidades

A manhã de chuvas na Região Metropolitana do Recife causou transtornos para pedestres e motoristas. Em Olinda, vários bairros, como Bultrins, Jardim Fragoso e Bairro Novo, registraram pontos de alagamento. Já no Recife, quem passou pela Avenida José Rufino, na Estância, Zona Oeste da cidade, em ruas do bairro do Espinheiro, na Zona Norte, e em vias de Boa Viagem e Imbiribeira, na Zona Sul, teve dificuldades.

Olinda

No cruzamento entre as Avenidas Carlos de Lima Cavalcanti e Chico Science, no bairro dos Bultrins, o acúmulo de água obrigou os condutores a diminuírem a velocidade para passar pelas vias. Pedestres também tiveram bastante dificuldade em encontrar um local com menos água para atravessar a via.

Já no bairro de Jardim Fragoso, onde está sendo realizada a obra do Canal do Fragoso, a Avenida Pedro Álvares Cabral ficou totalmente tomada pela água. Muitos motoristas e pedestres desistiram de passar pela via e retornaram pela contramão para fugir do alagamento. 

No Bairro Novo, a Avenida São Miguel se tornou um verdadeiro rio. A água chegou até as portas das casas, e motoristas e motociclistas se arriscaram para atravessar a via. 

Recife

A Avenida Dr. José Rufino, no bairro da Estância, é um dos pontos mais críticos em épocas de chuvas no Recife. Nesta manhã, motoristas e pedestres sentem dificuldades em trafegar pela via, nas proximidades do Colégio Visão. Na Zona Sul do Recife, a faixa exclusiva de ônibus na Avenida Mascarenhas de Morais está alagada, causando retenções para quem segue em ambos os sentidos, no bairro da Imbiribeira.

Também na Zona Sul, a Rua Professor Augusto Lins e Silva, em Setúbal, no bairro de Boa Viagem, está com o alagamento durante todo o seu percurso. Pedestres não conseguem passar pela via e carros trafegam com dificuldades.



Na Zona Norte, o bairro do Espinheiro é o que se encontra com os maiores trechos alagados. Na Rua do Espinheiro, ônibus e veículos pequenos passam com dificuldades.

Lugares onde mais choveu na RMR

Na quinta-feira (18), a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta para fortes chuvas para o Grande Recife e Zona da Mata do Estado até o próximo sábado (20). Na manhã desta sexta-feira (19), a instituição divulgou balanço da precipitação na região nas últimas 24h.

Na Região Metropolitana do Recife, a cidade de Goiana registrou 40,8mm de chuva ao longo das 24h monitoradas. O centro da cidade de Moreno ficou em segundo lugar, onde choveu 22,1mm. Jaboatão dos Guararapes registrou 18,5mm de precipitação. No Recife, o bairro de Dois Unidos, na Zona Norte da cidade, foi a mais atingida pelas águas, registrando 11,8mm.

Previsão

A Região Metropolitana do Recife deve ter tempo nublado com possibilidade de chuva de intensidade entre fraca e moderada nesta sexta-feira (19). A temperatura deve variar entre 22°C e 31°C, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

No Agreste de Pernambuco, o tempo fica parcialmente nublado com pancadas de chuva no período da noite. A previsão é que a temperatura mínima seja de 19°C e a máxima de 33°C.

Para o Sertão, os técnicos da Apac preveem tempo nublado com pancadas de chuva. Os termômetros variam entre 20°C e 35°C.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM