Jornal do Commercio
CONFUSÃO

Foliões ficam feridos em tumulto durante Bloco D'Breck em Olinda

Pelo menos três pessoas ficaram feridas quando o bloco subia a ladeira da Rua Bernardo Vieira de Melo

Publicado em 11/02/2018, às 12h21

Durante a passagem do bloco, muitas pessoas caíram e algumas se machucaram / Foto: Cortesia/Whatsapp
Durante a passagem do bloco, muitas pessoas caíram e algumas se machucaram
Foto: Cortesia/Whatsapp
JC Online

Uma tumulto deixou pelo menos três pessoas feridas durante a tradicional subida do Bloco D’Breck, na Rua Bernardo Vieira de Melo, em Olinda, por volta das 11h deste domingo (11). Enquanto os músicos e ritmistas subiam a ladeira, pessoas se envolviam em uma confusão logo abaixo.



Durante a passagem do bloco, muitas pessoas caíram e algumas se machucaram. Um mulher informou que chegou a ser empurrada contra uma van e acabou cortando a perna. Pouco depois, um grupo procurava atendimento médico para socorrer um rapaz que estava reclamando de tontura após bater a cabeça.

No vídeo acima é possível ver o momento em que um tumulto se forma e algumas pessoas estão no chão.

O Bloco D’Breck foi fundado há cerca de 20 anos e sai sempre no domingo e na terça-feira de Carnaval.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM