Jornal do Commercio
ACIDENTE

Vítima de ataque de tubarão terá monitoramento intensivo para combater possíveis infecções

Pablo Diego Inácio de Melo segue em estado grave e respirando com ajuda de aparelhos

Publicado em 16/04/2018, às 10h23

Acidente aconteceu na tarde deste domingo (15). / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Acidente aconteceu na tarde deste domingo (15).
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
JC Online

A vítima do ataque de tubarão, na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife, na tarde deste domingo (15), segue em estado grave e respirando com ajuda de aparelhos. Pablo Diego Inácio de Melo, de 34 anos, deverá ser acompanhado hora a hora para observar possíveis infecções. A equipe médica, de enfermagem e fisioterapia do Hospital da Restauração está fazendo avaliação contínua da vítima.

>>>> Veja especial Tubarão: Pernambuco em Alerta

Socorros prestados à vítima

Segundo explica o diretor geral do HR, Miguel Arcanjo, a vítima usa drogas vasoativas para manter a pressão arterial estabilizada. "Ele teve um choque hipovolêmico [também conhecido como choque hemorrágico] e perdeu muito sangue durante o acidente. Chegou ao hospital num estado totalmente grave, teve uma parada, mas foi revertido. Levaram ele para o bloco cirúrgico de imediato, onde passou por um cirurgia de traumatologia e cirurgia vascular, se submetendo à amputação traumática do membro inferior direito a nível do joelho", explicou a dinâmica.

Pablo também precisou se submeter à revascularização dos dois membros superiores. No momento, ele está estável na UTI. "Ainda é um paciente muito grave em virtude das lesões", aponta o diretor geral. A vítima corre risco de morte, mas está recebendo assistência necessária.

Relembre o caso

Um homem foi atacado por um tubarão na tarde deste domingo (15), enquanto tomava banho de mar na Praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. O caso aconteceu em um dos pontos mais comuns de ataques na região: na altura da Igrejinha de Piedade.



O Corpo de Bombeiros foi acionado às 14h40 por banhistas e socorreu a vítima de helicóptero. Pablo Diego Inácio de Melo, de 34 anos, do Rio Grande do Norte, foi encaminhado diretamente ao bloco cirúrgico do Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Estatísticas

O potiguar Pablo Diego Inácio de Melo, de 30 anos, é a 64ª vítima de ataque de tubarão nas praias de Pernambuco. Ele teve ferimentos nos membros superiores e no inferior direito, justamente no dia da semana em que mais incidentes deste tipo acontecem, segundo o levantamento do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões, atualizado em 27 de fevereiro de 2018.

Por localidade, o último caso foi exatamente na área onde ocorre mais ataques de tubarão: a altura da igrejinha de Piedade soma 11 vítimas. O segundo lugar, com sete ataques, é Acaiaca, em Boa Viagem, e em terceiro, com seis, são locais sem registro. Jaboatão é também o segundo município pernambucano onde os registros são mais elevados, totalizando 22 casos. Recife fica em primeiro, com 27, e o Cabo de Santo Agostinho em terceiro, com seis.

A última vítima registrada faz parte também da maioria das pessoas que se banhavam no momento do incidente, totalizando 29. Outras 11 eram surfistas. Os últimos três casos aconteceram em Fernando de Noronha. A última vítima fatal foi atacada em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, em 2013. Bruna Silva Gobbi, de 18 anos, sofreu graves ferimentos na panturrilha e coxa esquerda e não resistiu.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior
Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM