Jornal do Commercio
EMPATIA

Doutores da Alegria abre seleção no Recife; saiba como participar

O prazo para inscrição na seleção dos Doutores da Alegria termina no dia 30 de abril

Publicado em 26/04/2018, às 16h31

Os Doutores da Alegria não trabalham como voluntários: os profissionais são remunerados. / Foto: Divulgação
Os Doutores da Alegria não trabalham como voluntários: os profissionais são remunerados.
Foto: Divulgação
JC Online

Você conhece os Doutores da Alegria? O grupo utiliza a arte do palhaço para intervir junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos e ambientes adversos. Os interessados em participar da seleção que vai escolher quatro novos palhaços para a trupe dos Doutores da Alegria precisam se apressar. O prazo para inscrição termina no dia 30 de abril.

Para ser palhaço dos Doutores da Alegria é preciso ser profissional de Artes Cênicas, com prática na linguagem do palhaço (apresentar DRT de ator ou palhaço), e ter mais de 18 anos. Entre os critérios observados estão experiência artística e a compatibilidade com o trabalho no hospital. O processo contará com algumas etapas: análise curricular, oficina de seleção, teste prático no hospital e entrevista.

A última vez em que houve seleção de elenco na capital pernambucana foi em 2010. Atualmente, a unidade Recife dos Doutores da Alegria conta com nove artistas. Eles se dividem em duplas que atuam duas vezes por semana em quatro hospitais: Hospital Barão de Lucena (HBL), Hospital da Restauração (HR), Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC)/Procape e Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP). Às sextas-feiras, os palhaços realizam treinamentos em conjunto. Os Doutores da Alegria não trabalham como voluntários: os profissionais são remunerados.

“O hospital é um ambiente adverso para o ator que está acostumado com o palco do teatro ou mesmo com as ruas. A nossa plateia, a criança hospitalizada, o seu acompanhante, o médico, a enfermeira, eles não estão ali esperando uma interação com os palhaços. Por isso mesmo, o nosso desafio é grande. Como podemos intervir no ambiente hospitalar, aproveitando as circunstâncias e potencializando o encontro com o palhaço? Esse é o nosso questionamento diário”, explica Arilson Lopes, coordenador artístico da unidade Recife dos Doutores da Alegria, conhecido nos hospitais como Dr. Ado.



COMO PARTICIPAR

Os candidatos devem enviar para o e-mail editalrecife@doutoresdaalegria.org.br: currículo resumido; fotos com e sem caracterização como palhaço; trechos em vídeo de atuações em teatros ou espaços públicos; ficha de inscrição e carta de intenção já disponíveis para download no site oficial www.doutoresdaalegria.org.br. O resultado será publicado no dia 11 de junho, no site do Doutores da Alegria.

CONHEÇA MAIS SOBRE OS DOUTORES DA ALEGRIA

Fundada por Wellington Nogueira em 1991, a associação já realizou mais de um milhão de visitas a crianças hospitalizadas, seus acompanhantes e profissionais de saúde.

A partir das intervenções em hospitais, Doutores da Alegria amplia canais de diálogos reflexivos com a sociedade, compartilhando o conhecimento produzido através de formação, pesquisa, publicações e manifestações artísticas, contribuindo para a promoção da cultura e da saúde e inspirando políticas públicas.

Desde 2016 a associação se reposiciona institucionalmente a partir de uma nova governança e uma nova tarefa institucional, propondo a arte como mínimo social, ou seja, como uma das necessidades básicas para o desenvolvimento digno do ser humano, assim como alimentação, saúde, moradia e educação. O trabalho é gratuito para os hospitais e mantido por doações de empresas e de pessoas.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM