Jornal do Commercio
Mudança

Em março, oito linhas de ônibus passarão a circular sem cobradores

Seis linhas comuns e outras duas opcionais que sofrerão a alteração

Publicado em 16/02/2017, às 11h31

O pagamento das passagens passará a ser feito exclusivamente com o VEM / Sérgio Bernardo/JC Imagem
O pagamento das passagens passará a ser feito exclusivamente com o VEM
Sérgio Bernardo/JC Imagem
JC Online

A partir do dia 12 de março, mais seis linhas de ônibus que rodam na Região Metropolitana do Recife (RMR) deixarão de circular com cobradores. Com a mudança, os passageiros só poderão fazer o pagamento das passagens utilizando o Vale Eletrônico Metropolitano (VEM), nas modalidades Trabalhador, Estudante, Livre Acesso e Comum.

As linhas são: 204 - Loteamento Jiquiá/TI Santa Luzia, 222 - Jardim Uchôa, 242 - Pacheco (Floresta), 412 - San Martin (Largo da Paz), 424 - CDU/Torrões (San Martin) e 812 – Sítio Novo (Av. Norte). De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, a retirada dos cobradores acontece devido à baixa demanda de usuários. Juntas, as linhas transportam 8.274 passageiros por dia.

O Consórcio afirma que todos os cobradores, das empresas Metropolitana e Caxangá, serão capacitados e remanejados para outras funções. A empresa lembra que os passageiros estão sendo avisados da mudança através de cartazes afixados nos coletivos. Os cartões VEM podem ser adquiridos nas próprias linhas que ficarão sem cobradores ou no Posto de Atendimento do VEM, que fica na Rua da Soledade, no bairro da Boa Vista, área Central do Recife.

Duas linhas opcionais também sem cobradores em março

Além das seis, outras duas linhas de ônibus opcionais também passarão a operar sem cobradores, a partir de 1º de março. São elas: 042 - Aeroporto (Opcional) e 053 - Shopping RioMar (Opcional). É importante lembrar que, nestas linhas, o pagamento da passagem só poderá ser feito com os cartões VEM Trabalhador e Comum. 

A justificativa da retirada dos cobradores é a mesma: baixa demanda. Juntas, as duas transportam 3.600 passageiros diariamente, sendo 3 mil na Aeroporto (Opcional) e 600 na Shopping RioMar (Opcional). Destes usuários, 1.600 ainda fazem o pagamento em dinheiro. Segundo o Grande Recife, a linha 042 roda com 10 veículos, enquanto o 053, com dois. 

Ainda de acordo com o órgão, os 24 profissionais que trabalham nas duas linhas como cobradores serão remanejados para outras linhas ou outras funções.

Medida de segurança

Em julho do ano passado, a linha 901 - TI Abreu e Lima/TI Macaxeira começou a rodar sem cobradores, afetando cerca de 6 mil usuários. Na época, o Grande Recife Consórcio de Transporte argumentou que o objetivo da retirada dos cobradores e o pagamento exclusivo pelo VEM tinha como objetivo avaliar se a redução de circulação de dinheiro nos coletivos acarretaria a diminuição do número de assaltos. 

Além dela, a linha 2490 - TI Camaragibe/TI Macaxeira já roda sem cobradores desde 2015; as 060 - TI Tancredo Neves/TI Macaxeira e 2040 - CDU/Boa Viagem/Caxangá, desde 2016 e a 139 - TI Cabo/TI Cajueiro Seco passou a rodar sem os profissionais no início de 2017.

Recomendados para você


Comentários

Por ALEXSANDRO GOMES DIAS,17/02/2017

CARTÃO DO VEM DEVERIA SER VENDIDO NO ONIBUS PORQUE USO POUCO TRANSPORTE PUBLICO QUANDO VOU USAR LINHA CDU CAXANGA JA FUI BARRADO POR NÃO TER CARTÃO ISSO E CHATO VC SOBE COLETIVO TER DE DESSE PORQUE CARRO NÃO TEM COBRADOR MAIS PESSOAS DESEMPREGADA COM ESTE CORTE SO PAPO GRANDE RECIFE ISSO VAI PARA ASSALTO NÃO VAI NADA FALTA SEGURANÇA NAS RUAS MUITAS VEZES COLETIVOS SÃO VELHOS SEM AR CONDICIONADO QUER TEM LEI FOI APROVADA ATE AGORA NADA PASSAGEM R$3,20 CADE MELHORAS PORQUE DONOS DA EMPRESA SÃO VEREADORES .

Por Carlos,16/02/2017

A Lei Federal que criou a gratuidade, o chamado Estatuto dos Idosos, só fala em documento com foto, que mostre a idade da pessoa , para circular sem pagar passagens, as pessoas acima de 65 anos. Então, eles não podem modificar a legislação e exigir cartão VEM, VAI NÃO SEI PRá ONDE, para os véios circular. OK, Grande Recife?

Por Carlos,16/02/2017

E os véios, como ficam?

Por Dayse Mesquita,16/02/2017

E os estudantes que pegam esta linha como ficam? Já que na reportagem não citam o Vem estudante.

Por Marcelo Medeiros Teixeira,16/02/2017

O órgão estadual mais inútil à população pernambucana se chama Grande Recife. Só pensa no pior para o usuário e para o trabalhador rodoviário. Isso é balela que vão realocar os cobradores. Vão é deixar eles trabalhando por um ou dois meses e depois demitem.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM