Jornal do Commercio
Mudança

Parada é desativada e 14 linhas de ônibus são afetadas no Centro do Recife

A alteração tem início neste sábado, na Avenida Nossa Senhora do Carmo

Publicado em 17/02/2017, às 09h40

A parada será desativada para a montagem das arquibancadas para o desfile das agremiações / Google Street View
A parada será desativada para a montagem das arquibancadas para o desfile das agremiações
Google Street View
JC Online

A partir das 9h deste sábado (18), a parada número 180230, localizada na Avenida Nossa Senhora do Carmo, sentido Dantas Barreto-Martins de Barros será desativada. A interdição irá afetar os passageiros de 14 linhas de ônibus que passam pelo local. Na última terça-feira (14), usuários de outras 13 linhas tiveram suas paradas alteradas, devido à montagem do camarote do Galo da Madrugada, na Avenida Dantas Barreto, no bairro de São José, no Centro do Recife. 

A mudança acontece para que sejam montadas as arquibancadas para o desfile das agremiações do Carnaval do Recife. As pessoas que fazem uso das linhas 100 - Circular (Conde da Boa Vista) e 411 - Plaza Shopping (Dantas Barreto) devem fazer o embarque e desembarque na parada de número 180221, que fica em frente à Igreja de Santo Antônio, na pista Oeste da Avenida Dantas Barreto.

Outras linhas

Já os passageiros das linhas 167 – TI Tancredo Neves (Imip), 511 – Alto do Mandu, 516 – Casa Amarela (Nova Torre), 519 – Dois Irmãos (Opcional), 631 – Nova Descoberta (Cabugá), 644 – Largo do Maracanã, 721 – Água Fria, 726 – Alto Santa Terezinha (Conde da Boa Vista), 741 – Dois Unidos, 860 – TI Xambá (Príncipe), 1994 – Conjunto Beira Mar (Via PCR) e 2439 – Av. Caxangá (BR-101)/Conde da Boa Vista devem se dirigir à parada provisória implantada na pista oeste da Avenida Dantas Barreto, em frente ao Banco Safra.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM