Jornal do Commercio
Engarrafamento

Semana foi de trânsito lento no Grande Recife

Obras, protestos, serviços e acidentes contribuíram para a lentidão no tráfego

Publicado em 11/08/2017, às 12h26

A previsão é de que a obra no Cais de Santa é na próxima terça-feira (15) / Foto: Monitoramento/CTTU
A previsão é de que a obra no Cais de Santa é na próxima terça-feira (15)
Foto: Monitoramento/CTTU
JC Online

De manhã, à tarde ou à noite. Não importa o horário, mas quem transitou pela Região Metropolitana do Recife (RMR) nesta semana sofreu com vias engarrafadas por diferentes motivos. Obras, protestos, serviços e acidentes contribuíram para a lentidão. Com a volta às aulas, estima-se que a frota, na capital, aumentou em 250 mil veículos.

Para tentar diminuir os transtornos, na semana passada, a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) colocou cerca de 50 agentes e orientadores nos corredores que dão acesso a grandes escolas. No último sábado (5) teve início, na Avenida Cais de Santa Rita, no bairro de São José, na área Central do Recife, uma obra realizada pela Autarquia de Limpeza e Manutenção Urbana (Emlurb), que interdita um trecho da Avenida.

Com isto, o trânsito nas Avenidas Engenheiro José Estelita, Cais de Santa Rita e Sul ficou engarrafado. A previsão é de que a obra seja finalizada na próxima terça-feira (15). Na manhã da terça-feira (8), servidores municipais do Recife realizaram um protesto também no Centro do Recife, bloqueando o tráfego nas ruas por onde passavam, como a Rua da Aurora e a Avenida Cais do Apolo. À tarde, rodoviários fizeram uma manifestação na Avenida Cruz Cabugá, no bairro de Santo Amaro, estacionando os veículos, fechando os dois sentidos da via.



Outros transtornos

Desde a segunda-feira (31), os cegonheiros estavam com caminhões estacionados na Avenida Martins de Barros, na Rua do Imperador e na Ponte Princesa Isabel, entre outras. Os veículos só foram retirados na quarta-feira (9), por decisão judicial mas, na quinta (10), os manifestantes voltaram a protestar, desta vez, na Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

Catadores realizaram um ato, na manhã e na tarde da quarta-feira (11), contra o fechamento do lixão de Aguazinha, em Olinda, bloqueando a Avenida II Perimetral. Na quinta-feira (10), um trecho da Estrada do Arraial, em Casa Amarela, na Zona Norte, teve o trânsito bloqueado para poda de árvores e dez linhas de ônibus tiveram o itinerário alterado até as 17h. A volta pra casa foi complicada, com congestionamento na Avenida Agamenon Magalhães, na Herculano Bandeira, na Estrada dos Remédios, Cais José Estelita e do Cabanga.


Recomendados para você


Comentários

Por Julio,11/08/2017

Hellcife é uma cidade "travada", tem que ter muita PACIÊNCIA p/ dirigir em nossas vias... Fora os motoristas 'retardados', pq a quantidade de motoristas ruins, lentos e lerdos eh demais por aqui!!!!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Julgamento de Lula Julgamento de Lula
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou, no histórico 24 de janeiro de 2018, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ampliou a pena para 12 anos e 1 mês de reclusão
Copa do Nordeste 2018 Copa do Nordeste 2018
A 15ª edição da Copa do Nordeste tem um sabor especial. 2018 marca a volta das transmissões de futebol da TV Jornal. Ao lado da co-irmã de Caruaru e de nove afiliadas do SBT Nordeste, a emissora vai levar ao público todas as emoções do torneio
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade
Conheça o Cambinda Brasileira, maracatu rural mais antigo em atividade

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM