Jornal do Commercio
Paralisação

CBTU divulga esquema especial para paralisação dos metroviários

De acordo com a companhia, o sistema será normalizado apenas no sábado (16)

Publicado em 13/09/2017, às 14h50

Linha Centro funcionará nos horários de pico. Linha Sul e VLT não terão operação. / Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Linha Centro funcionará nos horários de pico. Linha Sul e VLT não terão operação.
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
JC Online

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), divulgou na tarde desta quarta-feira (13) que durante a paralisação dos metroviários, que ocorre na quinta-feira (14) e sexta-feira (15) o sistema irá funcionar nos horários de pico na Linha Centro - das 5h às 9h e das 16h às 20h.

Já as Linhas Sul e Diesel (VLT) não terão operação. Segundo nota divulgada à imprensa, "a decisão foi tomada pela Superintendência da Companhia Brasileira de Trens Urbanos de modo a minimizar os transtornos para os usuários devido à decretação de greve do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco".

Ainda de acordo com o comunicado, a partir do sábado (16) os trens voltam a circular normalmente, das 5h às 23h.

Definição

Nesta quarta-feira (13), os metroviários, representados Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Metroviários e Conexos de Pernambuco (Sindmetro-PE), farão uma assembleia, que discutirá a possibilidade de paralisação nestas quinta (14) e sexta-feiras (15). A reunião está marcada para acontecer na Estação Central do Recife, no bairro de São José, às 18h. No dia 5 de setembro, a categoria decidiu que iria aderir à paralisação nestes dois dias.



Contra a privatização

Na terça-feira (5), os metroviários, que já estavam em estado de greve há cerca de três meses, afirmaram que a paralisação é necessária para mostrar o descontentamento dos metroviários com a política de privatização do sistema. "O sentimento da categoria era de fazer greve por tempo indeterminado, mas os trabalhadores querem dar a oportunidade da empresa se posicionar com propostas concretas", disse Levi Arruda, diretor de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Metroviários e Conexos de Pernambuco (Sindmetro-PE).

Estado de greve

O "estado de greve" é uma decisão tomada por trabalhadores e que visa fixar um prazo mínimo para que uma greve de fato seja decretada. Nesta situação, as atividades não são suspensas. Segundo o Sindmetro-PE, o sucateamento do sistema e a falta de segurança são alguns dos motivos do estado de greve.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM