Jornal do Commercio
Metrô

Metroviários definem paralisação nesta quarta-feira

Categoria fará assembleia que vai definir paralisação

Publicado em 13/09/2017, às 12h30

Categoria define se vai paralisar / Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Categoria define se vai paralisar
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Nesta quarta-feira (13), os metroviários, representados Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Metroviários e Conexos de Pernambuco (Sindmetro-PE), farão uma assembleia, que discutirá a possibilidade de paralisação nestas quinta (14) e sexta-feiras (15). A reunião está marcada para acontecer na Estação Central do Recife, no bairro de São José, às 18h. No dia 5 de setembro, a categoria decidiu que iria aderir à paralisação nestes dois dias. As informações são da Rádio Jornal.

A motivação da possível paralisação, segundo a categoria, é chamar a atenção para as condições de operação do sistema, a política do arrocho salarial e a falta de segurança no Metrô do Recife.



Na terça-feira (5), os metroviários, que já estavam em estado de greve há cerca de três meses, afirmaram que a paralisação é necessária para mostrar o descontentamento dos metroviários com a política de privatização do sistema. "O sentimento da categoria era de fazer greve por tempo indeterminado, mas os trabalhadores querem dar a oportunidade da empresa se posicionar com propostas concretas", disse Levi Arruda, diretor de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Metroviários e Conexos de Pernambuco (Sindmetro-PE).

Estado de greve

O "estado de greve" é uma decisão tomada por trabalhadores e que visa fixar um prazo mínimo para que uma greve de fato seja decretada. Nesta situação, as atividades não são suspensas. Segundo o Sindmetro-PE, o sucateamento do sistema e a falta de segurança são alguns dos motivos do estado de greve.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM