Jornal do Commercio
Manifestação

Em protesto, moradores fecham descida de viaduto na Zona Sul

Moradores da comunidade Pocotó, Zona Sul do Recife, pedem reabertura de diálogo com a prefeitura

Publicado em 14/09/2017, às 07h40

Moradores do Pocotó fazem protesto em Boa Viagem / Foto: Luiz Pessoa/JC Imagem
Moradores do Pocotó fazem protesto em Boa Viagem
Foto: Luiz Pessoa/JC Imagem
JC Online

Um grupo de moradores da Comunidade do Pocotó, em Boa Viagem, na Zona Sul, realizou um protesto em uma das vias importantes do bairro, na manhã desta quinta-feira (14). Eles se concentraram na Rua Ernesto de Paula Santos, na descida do viaduto Tancredo Neves. Fecharam a via com a queima de pneus. A motivação do protesto é a ordem desocupação da comunidade, que fica nas imediações do viaduto.

Protesto

Os manifestantes se concentraram na Rua Ernesto de Paula Santos por volta das 7h20. O protesto não durou muito tempo, mas o trânsito no local ficou retido, sendo desviado para a Via Mangue. Menos de uma hora depois, houve negociações com as pessoas do protesto, e a via foi liberada.

 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Confira o resumo do protesto pelo repórter Felipe Vieira

Motivo

Nessa segunda-feira (11), as 12 famílias que vivem na comunidade, localizada entre o Túnel Augusto Lucena e o viaduto Tancredo Neves, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, receberam uma ordem de desocupação em até três dias. Os moradores não assinaram, mas afirmaram que, mesmo desta forma, seriam obrigados a sair do local.

Segundo eles, as 40 pessoas que vivem no Pocotó não têm para onde ir. Devido a isto, pediram uma abertura de diálogo com a Prefeitura do Recife. Ainda nesta quinta-feira, uma reunião está marcada com as representações municipais, que discutirá o futuro da comunidade.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM