Jornal do Commercio
cidades cidades
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

polêmica

Aprovado em 1ª votação projeto de lei que proíbe consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas

Restrição valerá para ruas, calçadas, parques, praias, feiras livres, postos de gasolina e entradas de edifícios cidade

Publicado em 06/12/2011, às 18h22

Débora Duque

 / Foto: Alexandro Aulller/JC Imagem

Foto: Alexandro Aulller/JC Imagem

Os vereadores do Recife aprovaram, nesta terça-feira (6), o projeto de lei que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nas vias públicas da capital entre 18h e 6h. A restrição valerá para ruas, calçadas, parques, praias, feiras livres, postos de gasolina e entradas de edifícios cidade. Elaborada pela vereadora Marília Arraes (PSB), a matéria ainda será submetida a uma segunda votação, antes de seguir para a sanção do Executivo municipal.

A lei, entretanto, abre uma brecha para a comercialização e injeção de álcool em locais públicos durante eventos especiais ou períodos festivos, não especificado no corpo do projeto. Segundo Marília, o objetivo da proposta é minimizar a ocorrência de homicídios na cidade. A socialista se baseou em pesquisas realizadas pela Secretaria de Defesa Social (SDS) nas quais foi constatado que, no segundo e terceiro trimestre de 2010, 51% dos assassinatos envolvendo pessoas alcoolizadas aconteceram em vias públicas.

Também foi aprovado um segundo projeto de autoria da vereadora que visa restringir o consumo do álcool no Recife. Desta vez, voltado aos menores de 18 anos. A matéria disciplina a entrada de menores de idade em boates e casas de espetáculos onde sejam vendidas bebidas alcoólicas. Pela lei, o acesso desse público só será permitido caso o estabelecimento disponha de algum instrumento de identificação - uma pulseira, por exemplo - que seja usado pelos jovens que estejam abaixo da faixa etária delimitada.

Ainda encontra-se em tramitação na Câmara uma terceira proposta de Marília Arraes (PSB) que proíbe o funcionamento de bares e restaurantes que comercializem bebidas alcoólicas aos domingos, após as 22h. A matéria recebeu uma emenda do vereador Jurandir Liberal, propondo que a restrição comece a valer somente a partir da meia-noite. O projeto será novamente encaminhado às comissões para só então retornar ao plenário. “Nenhuma dessas propostas foram elaborados aleatoriamente, mas a partir de pesquisas realizadas pela SDS que mostram os danos causados pelo álcool”, argumentou a vereadora.

imprima
envie para um amigo
reportar erro

Comentários

Por Surf,01/02/2012

é isso ae.. chega de bebados na rua.. essa lei é 24 horas em quase td o mundo... menos aonde? no 3. mundo é claro.

Por Laura,18/01/2012

Cada vez mais estimulam as drogas ilicitas...daqui a pouco so vai ter doidao na rua...Ai sim vai virar Mad Max... terra de ninguem...e o trafico agradece!!!!!

Por Beto,17/01/2012

Recife tá virando um ASILO... um CEMITERIO... Não duvido nada daqui a uns 2 anos nao poderá mais ter o carnaval de Olinda, por que o resto ja acabou... As outras capitais do NE agradecem e muito...

Por fernando arruda,21/12/2011

A primeira coisa que A TURMA DO PODER FAZ É PROIBIR. Devemos decobrir outra forma de apareçer na fita. Com a palavra o SENHOR ELEITO.

Por MARCOS,14/12/2011

isso é totalmente inconstituciona, vamo ve isso aí, hein?

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Fotos do dia

Montagem da Campus Party 2014 no Centro de Convenções
Foto: Tato Rocha/Especial para o JC

> JC Imagem

Montagem da Campus Party 2014 no Centro de ConvençõesMontagem da Campus Party 2014 no Centro de ConvençõesMontagem da Campus Party 2014 no Centro de ConvençõesMontagem da Campus Party 2014 no Centro de ConvençõesMontagem da Campus Party 2014 no Centro de Convenções

Especiais JC

A revolução da energia A revolução da energia
Em um momento difícil para a gestão de energia no Brasil, o JC traz um especial, no JC Online e no Jornal do Commercio, mostrando que essa é uma área essencial e em plena revolução
A loucura e suas implicações A loucura e suas implicações
Em 20 anos o tratamento de pessoas com transtornos mentais mudou no Recife. Manicômios fecharam para dar lugar a novos espaços
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM