Jornal do Commercio
Ordem dos advogados do Brasil

OAB suspende advogado Gil Teobaldo por 30 dias

Tribunal de Ética e Disciplina da instituição entendeu que o advogado cometeu infração ético-disciplinar durante entrevista à Radio Jornal sobre o caso em que o filho dele, José Ramos Lopes Neto, é acusado de matar a ex-esposa, Maristela Just

Publicado em 31/01/2012, às 19h58

 / Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem

Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem

Do JC Online

O advogado Gil Teobaldo de Azevedo foi suspenso por 30 dias, nesta terça-feira (31) pela Ordem dos Advogados do Brasil seccional Pernambuco (OAB-PE). O Tribunal de Ética e Disciplina da instituição entendeu que o advogado cometeu infração ético-disciplinar durante entrevista à Radio Jornal sobre o caso em que o filho dele, José Ramos Lopes Neto, é acusado de matar a ex-esposa, Maristela Just.

Durante a entrevista ao vivo, em 2010, Gil Teobaldo teria tentado justificar o assassinato cometido pelo filho. De acordo com a OAB-PE, o advogado teria dito, se referindo ao filho, que “se ele não matasse, não comia na minha mesa”.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça e já transitou em julgado, ou seja, não cabe mais recurso por parte de Gil Teobaldo. O advogado foi intimado a apresentar, imediatamente, à OAB-PE a sua carteira profissional. O JC tentou entrar em contato com Gil Teobaldo, mas sem sucesso.

CRIME - Maristela Just foi assassinada em abril de 1989. Os dois filhos do casal e o irmão dela também foram baleados. Em junho de 2010, José Ramos foi levado a julgamento, mas desapareceu 15 dias antes da audiência e está foragido até hoje.

Nem mesmo seus advogados compareceram à Vara do Júri de Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. Antes mesmo do fim do julgamento, um mandado de prisão em desfavor do comerciante havia sido expedido. José Ramos foi condenado a 79 anos de prisão.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM