Jornal do Commercio
cidades cidades
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

GRANDE RECIFE

IML aponta ataque de tubarão no caso de Itapuama

Atestado de óbito diz que Tiago José de Oliveira, 18, sofreu hemorragia na perna. Comitê ainda não se pronunciou

Publicado em 30/08/2012, às 08h57

Do JC Online

Tiago ainda não foi reconhecido como vítima de ataque pelo Cemit / Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem/Reprodução

Tiago ainda não foi reconhecido como vítima de ataque pelo Cemit

Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem/Reprodução

O estudante e corretor de seguros Tiago José de Oliveira da Silva, 18 anos, cujo corpo apareceu sem um pedaço da perna direita, anteontem, na Praia de Itapuama, Litoral Sul do Grande Recife, morreu por hemorragia, e não por afogamento. É o que atesta a certidão de óbito do rapaz, enterrado ontem à tarde no Cemitério de Santo Amaro, área central do Recife.

A frase “hemorragia externa dos membros inferiores por ferimentos cortucontusos” figura no documento como a causa da morte, atestada pelo médico legista Ricardo Cesar de Carvalho. O Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), no entanto, ainda não reconhece Tiago como vítima de ataque.

“Estamos à espera do laudo do Instituto de Medicina Legal. Quando chegar, será convocada uma reunião com os membros do Cemit para analisar o caso”, adianta a secretária da instituição, Claudia Matos. Segundo ela, a morte por hemorragia geralmente está associada a ataques. “Mas não é só o laudo que é analisado. Tem os relatos de testemunhas ouvidas pelos bombeiros e a opinião dos outros membros, como o Instituto Oceanário”, cita.

Tiago desapareceu domingo, quando tomava banho de mar numa praia vizinha de Itapuama, – Enseada dos Corais–, também no Cabo de Santo Agostinho. Ele estava acompanhado da irmã e do marido dela, que no momento do acidente estavam na areia. Itapuama não está incluída na área de proibição da prática do surfe, com 34 quilômetros, de Del Chifre (Olinda) até a Praia do Paiva (Cabo), em função dos ataques.

Desde 1992, quando começaram as estatísticas de acidentes com tubarão, foram contabilizados oficialmente 55 casos, com 20 mortes. O último ataque ocorreu em 12 de novembro de 2011, com um surfista, na Praia Del Chifre, em Olinda.

A família de Tiago não decidiu se processará o Estado, uma vez que no local não há placas que sinalizam o risco de ataque de tubarão. O pai do rapaz, o operador de máquina Antônio José da Silva, atribui a Deus a morte do estudante. “O Senhor arrebatou meu filho para os braços dele”, diz o evangélico.

O corretor Dirceu Cadena, com quem Tiago trabalhava, revela que não tinha dúvidas sobre a causa da morte. “As marcas das mordidas de tubarão eram evidentes. Os dentes do animal dilaceraram alguma artéria importante da perna dele, provocando a hemorragia”, analisa.

O corpo, além de mutilado, apresentava lesões na pele. Sem a tíbia, o perônio e o pé, da perna direita restou apenas o fêmur, que ficou aparente, conforme fotos tiradas por um amigo da vítima, Robson Oliveira.

Tiago, que não sabia nadar, morava na comunidade de Lagoa Encantada, no bairro UR-3, no Ibura (Zona Sul do Recife). A família estava preparando um terreno recém-adquirido para a construção de uma casa, em Enseada dos Corais.

O aposentado José Mizael da Silva, que ajudou nas buscas do corpo, relata que a área onde o rapaz tomava banho, conhecida como Pico, costuma ser frequentada por surfistas. “É um local de mar batido, onde muitos jovens pegam onda.”

Esse é o primeiro ataque depois que a oceanóloga Rosângela Lessa, que está viajando, substituiu o engenheiro de pesca Fábio Hazin no comando do Cemit. A solenidade de posse ocorreu dia 21. Ambos são da Universidade Federal Rural de Pernambuco, membro efetivo e também responsável pela presidência do comitê, criado em 2004 pelo governo do Estado.

Palavras-chave

imprima
envie para um amigo
reportar erro

Comentários

Por Eduardo,30/01/2014

É preciso que o povo pernambucano acorde e comece a fazer pressão política para uma campanha de pesca generalizada aos tubarões na costa do nosso Estado, caso contrário iremos perder as nossas praias.

Por eberton,28/12/2012

a galera tenha mais cuidado quando for toma banhos de praia.........

Por PAPA ,26/11/2012

OS TUBARAO VAI DOMINA AS PRAI PORRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRA

Por gedalvagomes,24/11/2012

a culpa e porque nao querem matar os bixinhos mais querem perder seus prentes em um banho de mar nao e mesmo

Por tony junior,04/11/2012

ai galera sou surfista a 38 anos e sei ke isso é politica pk eles recebbem grana para cuidar disso e não tem ke comprovar a onde gasta certo, mais ke perde isso e so vcs de recife ke fk mal vistos e tomara ke pegue um politico ou filhos deles ai eles resolvem logo isso ok !!!! vlw

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Fotos do dia

Trabalhadores da Refinaria Abreu e Lima realizam uma manifestação na PE-60
Diego Nigro / JC Imagem

> JC Imagem

Trabalhadores da Refinaria Abreu e Lima realizam uma manifestação na PE-60Funcionários protestam contra atraso de salários, benefícios e direitos trabalhistaAlguns trabalhadores foram demitidos e ainda não receberam verba indenizatóriaTrabalhadores afirmam que seis mil funcionários foram prejudicados com salários atrasadosOutras 1,7 mil pessoas estão sem receber vale-alimentação e refeição

Ranking do dia

Especiais JC

Especial Novembro Azul Especial Novembro Azul
Site mostra os riscos do câncer de próstata e a importância da prevenção da doença.
Mapa das eleições 2014 Mapa das eleições 2014
Veja como foi a votação para presidente por Estado
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM