Jornal do Commercio
grande recife

Dois irmãos morrem afogados em São Lourenço da Mata

Segundo testemunhas, dupla estava bebendo e resolveu entrar no Rio Capibaribe

Publicado em 11/03/2017, às 21h21

Irmãos pularam de ponte e não regressaram / Foto: Divulgação
Irmãos pularam de ponte e não regressaram
Foto: Divulgação
JC Online

Dois irmãos morreram afogados no final da tarde deste sábado (11),em Tiúma, São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com populares, os dois passaram a tarde bebendo na localidade e, por volta das 16h, resolveram pular no Rio Capibaribe de cima de uma ponte de aproximadamente oito metros de altura. Ao entrar na água, não voltaram mais.

O resgate dos corpos foi feito pelo Corpo de Bombeiros, já por volta das 20h. Segundo o órgão, os irmãos foram identificados como Josivaldo Gomes de Barros Júnior, 27 anos, e Richard Gomes de Barros, de idade não revelada. Os dois ficaram presos à intensa vegetação existente na área.

"Eles passaram o dia bebendo e resolveram tomar banho de rio. Um deles pulou primeiro, mas não voltou. O segundo pulou em seguida e também não retornou", contou uma testemunha.

PROFUNDIDADE

Segundo o corpo de Bombeiros, a área onde os irmãos desapareceram tem aproximadamente dez metros de profundidade.

Os corpos foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, área central do Recife. O caso será investigado pela Delegacia de São Lourenço da Mata.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM