Jornal do Commercio
Zona Oeste

Criminosos invadem delegacia do Cordeiro e levam armas

Pelo menos dez armas foram roubadas pelos bandidos

Publicado em 29/04/2012, às 12h55

Invasão ocorreu durante a madrugada / Foto: Bernardo Soares/JC Imagem

Invasão ocorreu durante a madrugada

Foto: Bernardo Soares/JC Imagem

Do NE10

Bandidos invadiram, na madrugada deste domingo (29), a delegacia do Cordeiro, no Recife, e roubaram várias armas. A delegacia está localizada Rua Antero Mota, ao lado do Parque de Exposição de Animais, área bastante movimentada do bairro. O número exato de armas furtadas ainda não foi divulgado.

De acordo com informações apuradas pela Rádio Jornal, pelos menos dez armas foram roubadas. As armas pertenciam à polícia e estavam guardadas no setor administrativo da delegacia, que fica fechada nos fins de semana.

Dois policiais estavam de plantão na unidade, mas não perceberam a ação dos criminosos. Provavelmente, os bandidos entraram pelo "buraco" da caixa do ar-condicionado, localizado na parede dos fundos da unidade.  Não há sinais de arrombamento na delegacia.

http://farm8.staticflickr.com/7266/6979052562_63e8c6e824.jpg

Peritos estiveram na delegacia para recolher evidências (Foto: Bernardo Soares/JC Imagem)

Os bandidos não tiveram acesso às armas apreendidas em ações policiais, que ficam guardadas em outro local. Agentes do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil estão investigando o incidente.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM