Jornal do Commercio
Igarassu

Matador de aluguel é capturado pela polícia acusado de matar quatro pessoas

Gleibson Luiz da Silva, conhecido como Cigano, já havia cumpriu pena por tráfico de entorpecentes, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha

Publicado em 18/05/2012, às 15h21

Do JC Online

O assassino de aluguel Gleibson Luiz da Silva, conhecido como Cigano, de 34 anos, foi preso quinta-feira (17), em sua casa, no município de Igarassu, Região Metropolitana do Recife. Cigano é ex-presidiário e responde a quatro processos por homicídio e tentativa de homicídio. A Delegacia de Capturas apresentou a prisão do acusado nesta sexta-feira (18).

Ele foi preso em cumprimento a dois mandados de prisão. Cigano já cumpriu pena por tráfico de entorpecentes, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha.

Em 28 de agosto de 2011, Gleibson assassinou Diego Pereira e tentou matar a companheira Elini da Silva, no bairro de Cruz de Rebouças, em Igarassu. Segundo Elini, seu companheiro já tinha sido preso no Ceará e era amigo de Gleibson. No dia do crime, ele entrou na casa do casal e atirou nos dois.

Já no dia 4 de dezembro do ano passado, Cigano matou a tiros Gilberto Monteiro Mendes no bairro de Água Fria. Testemunhas afirmaram que Gilberto estava numa barbearia quando o acusado entrou e efetuou vários disparos contra ele. A vítima ainda tentou fugir, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo a delegada Beatriz Gibson, Cigano ainda tentou assassinar um homem nesta semana, mas conseguiu ser detido e foi espancado. O acusado foi encaminhado ao Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM