Jornal do Commercio
Violência

Tiroteio deixa um morto e cinco feridos no Pina

Três homens desconhecidos atiraram contra a casa de Alexandre Barros na noite deste domingo

Publicado em 10/12/2012, às 07h42

Do JC Online

Um tiroteio deixou um morto e cinco feridos na noite deste domingo (09), na comunidade do Bode, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. A troca de tiros aconteceu por volta das 19h, quando três desconhecidos chegaram atirando na casa de Alexandre Barros da Silva, de 28 anos. Alexandre foi alvejado e acabou falecendo, mais cinco moradores da comunidade ficaram feridos.

Alan Oliveira Figueiredo, 18 anos, levou um tiro na virilha e está internado no Hospital Miguel Arraes. Ruiberg Guilherme Tavares, 21; Roberto José Martins, 34; Rosineide Maria da Hora, 37; e Rosângela da Silva Norato, 29, também foram alvejados e foram encaminhados para o Hospital da Restauração. Eles foram atingidos no abdômen, no glúteo, na perna esquerda e no braço direito, respectivamente.

Os feridos também moravam na comunidade do Bode e estavam nas proximidades da casa de Alexandre Barros no momento do tiroteio. Ele foi o mais atingido e acabou morrendo ainda na noite do domingo, no Hospital da Restauração, em decorrência da gravidade de seus ferimentos.

No momento do tiroteio, Alan Oliveira estava na casa de Alexandre. Segundo Alan, ele estava lá para pagar a mensalidade do imóvel que alugava a Alexandre. Como não tinha dinheiro suficiente, estava tentando quitar a dívida com um relógio e uma corrente. Enquanto eles negociavam, três homens desconhecidos chegaram num carro preto e atiraram contra a residência.

A Polícia Civil está investigando o ocorrido, mas ainda não tem conhecimento da autoria nem da motivação do crime. O corpo de Alexandre foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM