Jornal do Commercio
cruz cabugá

Estudante morre após pular de ônibus para fugir de assalto no Recife

A jovem chegou a ser levada para o Hospital da Restauração, mas não resistiu

Publicado em 06/04/2014, às 10h46

Na manhã deste domingo, era possível ver uma mancha de sangue no local onde a estudante caiu / Foto: Michele Souza/JC Imagem

Na manhã deste domingo, era possível ver uma mancha de sangue no local onde a estudante caiu

Foto: Michele Souza/JC Imagem

Do JC Online

Atualizada às 7h55 de 07/04/2014

Uma estudante universitária morreu, na madrugada de ontem, após pular de um ônibus que estava sendo assaltado, na Avenida Cruz Cabugá, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. Natália Cavalcante Couto, 24 anos, estava no ônibus que fazia a linha Conjunto Praia do Janga com a mãe, Maria Eliene Cavalcante Couto, quando três homens entraram no coletivo e anunciaram o assalto. Assustada, Natália teria se jogado do coletivo em movimento e bateu com a cabeça no asfalto. Ela ficou ferida e foi levada pelo Samu ao Hospital da Restauração, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 2h. Os três assaltantes fugiram.

Na manhã desse domingo, familiares da jovem estiveram no Instituto de Medicina Legal (IML) para aguardar a liberação do corpo, mas não quiseram conversar com a imprensa nem passar detalhes sobre o ocorrido. Segundo informações postadas por amigos na página de Natália no Facebook, o corpo da jovem foi sepultado às 18h de ontem no Cemitério Morada da Paz. Natália estudava letras na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e estava começando a cursar Design Gráfico no Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

Há informações de que a universitária estaria no ônibus com o dinheiro referente à bolsa do estágio. A polícia vai investigar a hipótese de que a vítima teria se jogado do ônibus para não ter que entregar a quantia aos assaltantes. Natália e a mãe teriam subido no coletivo na parada do Shopping Tacaruna. A jovem já teria passado pela catraca e a mãe aguardava a vez de pagar a passagem quando o assalto foi anunciado. No local, há duas câmeras de segurança da Secretaria de Defesa Social (SDS). As duas estariam voltando para casa, no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife.

Segundo o boletim de ocorrência feito no posto policial do Hospital da Restauração, os ladrões ainda levaram R$ 10 e o celular de Maria Eliene. Também será investigado se a jovem foi empurrada do coletivo por alguém.

Muitos amigos de Natália lamentaram a morte da jovem na página dela no Facebook. “E dos novos planos dela compartilhados com empolgação, fez-se o silêncio dois dias após”, escreveu a amiga Ray Farias.

“Nunca esqueça que tem muita gente que sequer te conheceu e que te ama. A vida é maluca e inesperada, e isso não necessariamente reconforta... Nunca vamos te esquecer”, disse Caio de Freitas Paes. “Você é um ser humano lindo e isso tudo é muito injusto”, acrescentou outro amigo, Matheus Gonçalves.




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Dossiê das torcidas organizadas Dossiê das torcidas organizadas
Série de reportagens mostra a atuação das torcidas organizadas em Pernambuco a partir de 2001, ano da primeira morte em consequência dos confrontos
Fora dos trilhos Fora dos trilhos
Dez anos depois do início das obras da Transnordestina, o pouco que foi construído está abandonado. Era 'o sonho' de uma ligação férrea entre o litoral e o interior do Nordeste
Expedição Antártida Expedição Antártida
A editora Mona Lisa Dourado e o repórter fotográfico Igo Bione acompanham parte das atividades da 32ª Operação Antártica, a convite da Marinha do Brasil

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2016 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM