Jornal do Commercio
FUGA

Nove internos fogem da Funase de Vitória de Santo Antão

Os adolescentes simularam uma briga e conseguiram fugir por um buraco na unidade

Publicado em 03/02/2017, às 16h15

A Polícia Militar e a Civil foram acionadas para as buscas, mas até o momento nenhum deles foram recapturados / Foto: Divulgação/Funase
A Polícia Militar e a Civil foram acionadas para as buscas, mas até o momento nenhum deles foram recapturados
Foto: Divulgação/Funase
JC Online

Um grupo de internos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Pacas, localizado no distrito de Vitória de Santo Antão, na Zona Mata Sul do estado, fugiu da unidade de ressocialização na noite dessa quinta-feira (2). Ao todo, nove adolescentes conseguiram escapar da casa. Durante a fuga, não houve mortos e nem feridos

De acordo a Funase, tudo começou quando os reeducandos simularam uma briga durante o jantar. No momento em que os agentes tentavam conter a confusão, os internos aproveitaram a situação e fugiram por um buraco.

A Polícia Militar e a Civil foram acionadas para as buscas, mas até o momento nenhum deles foi recapturado. 

Nesta sexta a unidade está tranquila

A Corregedoria da Funase esteve em Pacas para apurar o acontecimento. Nesta sexta-feira (3), a situação na unidade está tranquila.

Segundo a Funase, o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Pacas abrigava 72 socioeducandos. Com a fuga, agora são 63.

Recomendados para você


Comentários

Por CÍNTIA RAMOS,03/02/2017

SERÁ QUE ERAM OS QUE SUBIRAM NA LINHA BARRO/MACAXEIRA/VÁRZEA HOJE PELA MANHÃ PARA ASSALTÁ-LA, SEM HAVER UM POLICIAL NA INTEGRAÇÃO DA CAXANGÁ?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM