Jornal do Commercio
INVESTIGAÇÃO

Policial e ex-policial são suspeitos de integrar grupo de extermínio

A polícia já tem informações sobre oito homicídios cometidos por eles, que estariam disputando áreas da Zona Norte com outro grupo de extermínio

Publicado em 17/03/2017, às 10h36

Polícia divulgou identidade dos foragidos nesta sexta-feira / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Polícia divulgou identidade dos foragidos nesta sexta-feira
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
JC Online

A Polícia Civil divulgou, nesta sexta-feira (17), a identidade de cinco homens foragidos suspeitos de integrar um grupo de extermínio da Zona Norte do Recife. Entre eles estão o policial Cláudio da Silva Melo, lotado do 11º Batalhão da Polícia Militar, e o ex-policial Marcos Antônio Souza. O segundo, conhecido como 'Galo', liderava a organização e já havia sido preso há 8 anos, quando fazia parte de outro grupo de extermínio, o Thundercats

Os outros três suspeitos são Denilson Moreira da Silva, José Roberto de Farias e Tancredo Miternis Teixeira. A quadrilha teria envolvimento no assassinato do ex-presidiário e líder de um grupo de extermínio rival, Lúcio da Bomba, no dia 9 de março. O PM Eduardo Leite estava no mesmo carro que a vítima e ficou ferido na ação.

Disputa entre grupos de extermínio na Zona Norte do Recife

Segundo o delegado Alfredo Jorge, Marcos Galo e Lúcio da Bomba eram parceiros, mas houve uma divisão no grupo dos dois e eles passaram a ser rivais, disputando áreas da Zona Norte do Recife. "Por conta disso alguns homicídios tem acontecido. Seja o grupo de Lúcio matanto o grupo de Marcos ou o de Marcos matando o de Lúcio", explicou. 

Até o momento, a polícia tem informações sobre oito homicídios que teriam sido cometidos pelo grupo de Marcos Galo. Eles também teriam envolvimento com tráfico de drogas, assaltos a bancos e outros crimes.

A execução de Lúcio da Bomba aconteceu na manhã do dia 9 de março, quando o veículo em que ele estava com o PM Eduardo Leite, do 13º BPM e a esposa do militar foi emparelhado por outro carro na Rua Jerônimo Vilela, em Campo Grande. Quatro homens efetuaram diversos disparos. 

Foto: TV Jornal

O policial foi atingido por um tiro de raspão no pescoço. O veículo usado para interceptar o carro onde estava o ex-presidiário foi encontrado horas depois do crime, em Dois Unidos e apresentava marcas de tiros no vidro frontal.

Recomendados para você


Comentários

Por policili militar sujo,17/03/2017

Alguém acredita mesmo que o aumento do número de homicídios em nosso estado está relacionado apenas à elevada desigualdade social que impera em nosso país? Creio que o não seja a resposta mais plausível para a pergunta. A cada ano, o número de homicídios no país supera o número de mortes em países que estão envolvido em algum conflito. Tenho plena convicção de o estado é responsável por uma significativa parcela desses homícidios. Enfim, creio que boa parte dos assassinatos em nosso estado é praticado por grupos de extermínios integrados por policiais civis e, sobretudo, militares. Infelizmente, a verdade é que a corporação se resume a uma organização de criminosos cujas palavras de ordem são matar, torturar, extorquir, agredir e humilhar todos aqueles que, sendo bandidos ou cidadãos, se coloquem a sua frente.

Por Eliza,17/03/2017

Silva, vc tem toda razão 80% ou mais dos policias são bandidos de carteirinha, amigos dos traficantes. o delegado esta de parabéns, que continue investigando e prendendo esses falsos.

Por Pedra,17/03/2017

O Sr. Silva está tão certo quanto sua escrita na língua portuguesa. Inclusive o dito chefe do maior esquema de corrupção do Brasil leva esse sobrenome. Se for fazer um levantamento, 80% dos "Silva" do Brasil são bandidos. Duvidas?

Por silva,17/03/2017

sim for fazer um levantamento vai ver que oitenta porcento dos policias saô bandidos a sds esta de parabens sr. delegado joselito els esta matando para preciona o governo. secretario da sds va enfrente com as investigaçao



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Prêmio ISS Recife Prêmio ISS Recife
Principal item da receita própria dos municípios, o Imposto Sobre Serviços (ISS) entra no cofre das prefeituras tanto para custear despesas quanto para viabilizar investimentos nas cidades.
#ConexãoPelaVida #ConexãoPelaVida
Há quase dois séculos, o Real Hospital Português mantém a sua atenção voltada para o bem-estar dos pacientes. Conheça um pouco mais sobre a instituição médica que aos 162 não para de se modernizar
Agreste Empreendedor Agreste Empreendedor
O Agreste pernambucano é a região que mais cresce em Pernambuco. E, por incrível que pareça, a força motriz que puxou esse desenvolvimento foi o empreendedorismo.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM